Analecto

10 de março de 2011

A hora do “reset”.

Primeiro, deixo minha ansiedade clara: quero o Ubuntu 11.04. Segundo: leitores assíduos, se é que tem algum, devem ter notado uma mudança no espaço “sobre mim”.

Recentemente, dúvidas me vieram à mente. Sendo eu filósofo, dúvidas fazem parte da minha vida. Minha principal fonte de orientação espiritual é a Bíblia e, durante estes dois semestres estudando Filosofia calmamente e pacificamente, aprendi como a Bíblia foi montada. Antes disso, eu já me perguntava como a mensagem do Salvador e a reprovação aos homossexuais era compatível. Simplesmente, não achei qualquer compatibilidade. Voltemos à linha de tempo principal. Aprendi que a Bíblia foi montada pelo Conselho de Nicéia, esses caras escolheram o que entra e o que sai dos textos oficiais. “Ora, mas se um grupo de pre-medievos pode montar a Bíblia, eu também posso”, pensei.

Segundo o Salvador (Jesus), quem crê será salvo, significa que devemos seguir a moral de Deus, entregue pelo seu filho. Ele é o caminho, o único caminho, certo? Em nenhum livro, em nenhum lugar, o Salvador fala contra os homossexuais. Mas um apóstolo Paulo o faz. Ora, o apóstolo recebeu influência da filosofia, ele pensava e reflectia a respeito dos ensinamentos de seu Mestre. Ele também era judeu antes da conversão. Pode ser que o que vemos nas cartas aos Coríntios, por exemplo, seja a interpretação dele a respeito dos ensinamentos do Salvador, misturado com Estoicismo e Judaísmo, e não um texto puramente cristão.

O que seguir? Creio que esta seja uma questão pessoal, uma coisa que você deve descobrir e não os padres que fazem o trabalho por você porque você tem preguiça de buscar as respostas ou medo de se deparar com provações emocionais ou existenciais. Filósofos estão acima disso, acima da preguiça de pensar e acima do medo de perder as bases do seu pensamento anterior.

Então senhores, estou apertando reset e começando a reflexão toda de novo. Eu não sou normal, graças a Deus.

4 Comentários »

  1. […] também eu poderia). Partindo do pressuposto que ser cristão é seguir Cristo, eu pensei que os Evangelhos seriam o bastante. E, de fato, Cristo é a maior autoridade do cristianismo. E, por anos, eu vivi […]

    Curtir

    Pingback por Paulo. | Pedra, Papel e Tesoura. — 6 de março de 2016 @ 18:27

  2. […] vocês já sabem, uma aula de ética mudou minha vida completamente. Como nós sabemos, a Bíblia é uma seleção de livros e cartas, […]

    Curtir

    Pingback por Preguiça, medo e sacerdotes. | Pedra, Papel e Tesoura. — 8 de maio de 2015 @ 16:06

  3. […] (espero que esteja lendo, Felipe). Além do mais, eu não sou mais tão cristão desde o reset. Foi uma decisiva aula de Ética Nível Um que eu tive, me pôs em pensamento profundo e abandonei […]

    Curtir

    Pingback por Ainda nada. « Pedra, Papel e Tesoura. — 6 de agosto de 2012 @ 20:41

  4. […] era um tópico recorrente quando se falava comigo. Mas aí, naquele fatídico dia em que tive uma aula de ética que mudou minha vida completamente, resolvi abandonar 94%, aproximadamente, das minhas crenças […]

    Curtir

    Pingback por Pensamentos sobre religião organizada. « Pedra, Papel e Tesoura. — 15 de abril de 2012 @ 13:52


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: