Analecto

4 de agosto de 2011

ABs, DLs e a Igreja Católica Romana.

Filed under: Saúde e bem-estar — Tags:, , , — Yure @ 18:03

Para começar, eu conheço um cristão ortodoxo que tem um namorado e é 100% infantilista.

Senhores, só tem duas coisas que me deixam doente neste mundo: fascismo sexual e mensagens mandadas em massa. Mensagens mandadas em massa costumavam congestionar servidores na época da Internet 1.o, mas isso tornou-se um problema um pouco menos importante com o aumento exponencial da capacidade de servidores.

Fascismo sexual, contudo, não pode ser controlado da mesma forma que se controla spam. Recentemente li o blog Catholic ABDL, que trata da luta de um blogueiro para ser um bom católico romano, o que significa abrir mão de sua parafilia.

ABDLs que estão lendo isto, quantos de vocês já pensaram em desistir? Agora quantos conseguiram?

Eis a resposta. É muito difícil, se não impossível, o que é válido para outras pessoas com desvios sexuais, não apenas os infantilistas. A sexualidade, para mim, é um caminho reto no qual não se pode retroceder. Você só pode seguir naquela direção, seja heterossexual, homossexual, fetichista ou assexual. Você também não pode voltar atrás e pegar outro caminho. Você só pode ir mais fundo, só pode ir mais além, ficar mais e mais envolvido no caminho que parece nunca ter um fim. O máximo que você pode fazer é parar de andar. Voltar? Jamais.

Deus não espera que sejamos perfeitos, logo não espera que sigamos todos os seus mandamentos o tempo todo, porque ele sabe que somos pecadores. O autor daquele blog sofre tanto por causa da incompatibilidade de sua parafilia com o estilo de vida católico que qualquer um que lê vê que tem algo muito errado no modo como ele aborda a situação. Se você não pode lutar contra sua sexualidade, se você sabe que sempre vai perder, sabe que não pode eliminar parte de você, sabe que sua luta não tem o menor sentido e que você só pode agir no nível superficial, só tem duas coisas que você pode tentar:

  1. Aceitar e seguir o estilo de vida religioso o melhor que você pode, esquecendo sua luta sem sentido.
  2. Hipnose.

Em algum lugar da Bíblia, Jesus diz que aquele que perdoa o próximo é por Deus perdoado. Deus perdoará suas falhas, no caso, sua sexualidade se vicê perdoar seus ofensores. Mas será que os padres falam isso? A maioria não. Isso em si não é um problema, já que os seres humanos são dotados de senso crítico e capacidade de pensarem por si próprios. Só que muitos deixam que as palavras do padre ou do pastor obliterem seu raciocínio. Esse quadro é o que conhecemos por fanatismo.

Enviei um e-mail para o autor do blog e espero resposta. Como não se pode convencer um religioso sem o uso da Bíblia, eu tive que recorrer ao meu passado. Como vocês já sabem, eu deixei de ser fundamentalista depois que a faculdade de filosofia mudou minha vida. Mas se eu ainda conheço a Bíblia com certa competência, por que não usar esse conhecimento para aliviar o sofrimento do cara?

O pior é que ser infantilista não é pecado. Em outras palavras, ele não só está sofrendo por uma causa impossível, como também está sofrendo à toa.

Como tenho relativa certeza de que religiosos não estão lendo, me despeço com a frase: aproveitem as fraldas.

Anúncios

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: