Analecto

1 de outubro de 2011

Esgoto / “Sewer”.

Como já sabem, estou compondo a trilha sonora do jogo do meu colega, Silver. Outro designer quer usar minhas músicas, o tal Rainchu. Ele se apaixonou por Sewer, então pensei em mostrá-lo a vocês.

Sewer: um planeta decadente.

 

 

 Buraco / Hole.

“Buraco” é um tema feito para minas e ambientes subterrâneos. Tem seis minutos de duração com melodias semi aleatórias e batidas binaurais. Foi divertido brincar com a frequência e o panning dos instrumentos.

Emoções Rápidas / Quick Thrill.

Esta fiz quando pensei como Chris Hülsbeck teria feito Mine Cart Madness. Alguns indivíduos primam a superioridade de instrumentos absolutamente sintéticos sobre a síntese de amostras, mas isso não é válido. Óbvio que a síntese de amostras tem seus contras, mas ainda é um terreno fértil.

Voz do Vento / Wind’s Voice.

O violão principal que dá forma à música é uma GUS-patch conhecida como Nylon Guitar. Pessoalmente, nunca havia ouvido falar de violão de cordas de náilon antes de começar a fazer música sintética. Me arrependo do que fiz com a flauta no final, fazendo a flauta tocar acordes de uma oitava.

Escorregando / Slipping.

Uma coisinha mais Eveline Fischer. O sintetizador que usei para fazer a primeira melodia foi o Bitinvader, com uma onda de pulso conectada a bandeja de controle (sine). Venho fazendo essas coisas com Bitinvader desde que compus “Assuma o Risco de Ouvir”, provavelmente meu primeiro experimento com batidas binaurais.

Lençol Freático Podre / Tainted Underground River.

Fiz esta para um certo gambá albino que gosta de clarineta. Após ouvir a música, ele me disse que ama melody passing, stacking e broken harmonics. Já que não tenho instrução formal em música, não entendi o que ele disse, mesmo depois de ele ter me explicado. Note que as cordas deixaram de colaborar comigo na metade da música…

sudo shutdown -h now

Tema de chefe! Este é provavelmente meu primeiro trabalho com uma melodia séria composta de cordas, no caso, strings01.ogg. Ainda dizem que síntese de amostras não presta… Fiquei apaixonado com o som do overdrive e resolvi fazer dele uma linha de baixo.

Apagão / Blackout.

David Wise, apesar de admitir que a música que mais lhe deu trabalho em Donkey Kong Country ter sido Stickerbrush Symphony, diz que sua favorita ainda é Aquatic Ambiance. Bom, de todo o Sewer, esta é minha música favorita, embora tenha sido fácil de fazer. O sintetizador mestre é o Old Computer Games. Minha parte favorita, fora o final, é o arpejo que o precede.

A Última Árvore / The Last Tree.

Uma coisinha calminha, depois do Apagão. Quando fui preparar a terceira melodia de flauta, fiquei sem ideias. Daí, já que a batida de Bayou Boogie é uma cópia… achei que não teria problema copiar as três primeiras notas do violino do tema principal de Silent Hill, só para empurrar.

Queda da Fábrica / Factory Collapse.

Misturando minhas duas guitarras favoritas (SEGuitar.xpf e Distortion Guitar 5.xiz). Além disso, resolvi fazer uma brincadeira com snare5.ogg, conectando sua agudez à bandeja de controle (sine). Isso gera um efeito como o flanger, porém mais leve e mais fácil de usar, já que não consigo fazer um som bom com flanger.

Robô Funkeiro / Funky Robot.

Tema de chefe! O nome é ridículo, mas sabia que tem uma música no Turrican 2 chamada Hi, Gi-Joe? Esta é para todos aqueles que acreditam que síntese de amostras não tem futuro; o sintetizador mestre é derivado da amostra techno_synth04.ogg. Quero ver seu Zynaddsubfx fazer isso!

Terra / Earth.

Lembra quando eu disse que David Wise disse que Stickerbrush Symphony foi a música mais difícil de fazer para Donkey Kong Country? Bom, aqui está a música mais difícil que já fiz. Me tomou uma semana, quando a maioria das minhas músicas me toma três ou dois dias. Dei o maior duro para não repetir melodias nem uma vez, criar uma música que, com exceção das batidas e das linhas de baixo, não repetisse partes nenhuma vez. O resultado foram duas melodias de dezesseis barras, duas de doze e duas de oito barras. Algumas sequências de violão (cordas de ferro) me lembram Vento no Litoral (Legião Urbana), embora eu não tenha usado essa música como inspiração e só tenha percebido a vaga semelhança no arranjo de notas cortadas depois de ter feito um .mp3 de Terra.

Espeleólogo / Speleologist.

Olha elas aí de novo: amostras (chorus01.ogg e juno_pad01.ogg). A melodia está exagerada e levemente dissonante com o coral e as cordas. Aliás, o coral parece feito de asmáticos… As batidas fortes foram feitas usando um sintetizador modulador de frequência baseado em Zynaddsubfx.

Solidão / Solitude.

Maior parte desta música é Zynaddsubfx. A melodia e os acordes de órgão são, respectivamente, Full Square.xiz e Dark Strings.xiz, este último tocando acordes de três ou quatro oitavas (humanamente impossível, a não ser que você tenha várias mãos ou que pelo menos duas pessoas estejam operando o mesmo teclado).

Abelha Gigante / Giant Bee.

Batalha final, n00bs! Tripleoscillator com modulação de frequência gerando sons irregulares que não correspondem com as notas, corais tensos (amostra!) e guitarra. A guitarra tem três valores ligados à mesma bandeja (sawtooth dividido por 100), assim, a medida que a música se desenvolve, volume, agudez e panning aumentam.

É só isso por hoje. Só resolvi partilhar alguma música por aqui. Tudo isso foi feito em software livre. Por falar nisto, não vou mais fornecer atualizações sobre o Oneiric porque a maior parte dos problemas foi corrigido e o beta está usável. Só falta mesmo sair a versão final, entre o dia 13 ou 14 de outubro.

Anúncios

2 Comentários »

  1. […] toda forma, o álbum Sewer foi interrompido por esse projeto. Lembro que a composição de Myth of the Red Moon cruzou 2011 […]

    Curtir

    Pingback por Mítico: Best Songs in Myth of the Red Moon by Yure16 < Submission | Inkbunny, the Furry Art Community | Pedra, Papel e Tesoura. — 11 de agosto de 2014 @ 09:05

  2. […] um novo “álbum”, chamado Compensação. É a sequência de Sewer. Chama-se “Compensação” porque eu realmente dou o meu melhor nessas músicas, de modo […]

    Curtir

    Pingback por Pedra, Papel e Tesoura. — 3 de fevereiro de 2012 @ 17:31


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: