Meio-amargo.

Hoje sai o novo Ubuntu, pelo qual eu tanto esperava. Acham que estou feliz? Estou feliz pelo sistema, mas uma coisa me incomoda: minha mãe conseguiu vender a casa na qual morei por dezenove anos. Sem o mínimo de consideração, ela resolveu ignorar tudo o que eu disse a ela, porque ela é cega e quer se mudar para o fim do mundo. Durante os próximos dias, estarei deprimido e provavelmente não poderei aproveitar o sistema completamente.
Como o computador não é só meu, tenho que levar em consideração o que os outros pensam da formatação. Já que meu irmão rejeita a ideia, eu, como administrador democrático, resolvi atualizar pelo gerenciador de atualizações, assim a formatação não é necessária.
Enquanto espero o sistema atualizar, fico ouvindo música triste. Perdi maior parte do respeito que eu tinha pela minha mãe e agora só consigo pensar em arrumar um emprego e deixá-la para trás. Isso não estava nos meus planos. Ou eu poderia esperar ela morrer e se apossar da casa dela, além de receber o salário dela (funcionária pública) até eu me formar.

Publicado por Yure

Quando eu me formei, minha turma teve que fazer um juramento coletivo. Como minha religião não me permite jurar nem prometer, eu só mexi os lábios, mas resolvi viver com os objetivos do juramento em mente de qualquer forma.

2 comentários em “Meio-amargo.

  1. Parabéns pela sua conquista, divirta-se com o novo SO! Acredito que sua mãe deva ter bons motivos para tomar essa decisão embora você discorde, use o poder da empatia cognitiva nestes casos e tente ver as coisas pelos olhos dela. Não fique triste. ;3 Um abraço caótico!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: