Analecto

4 de maio de 2012

Fiz duas visitas ao Colégio.

.M. Colégio – ON-LINE E.E.F.

Certo, a escola está quinze por cento pior comparado a cinco anos atrás. Umas quatro salas de aula foram convertidas em laboratórios, de forma que há apenas nove salas de aula agora, uma academia, dois laboratórios. O campo de futebol e a horta viraram selvas ao passo que o terreno baldio atrás da escola continua sem uso. Os banheiros que eram integrados à estrutura foram transformados em uma sala de aula. Onde ficam os banheiros agora? Na garagem improvisada (banheiros químicos).

Na verdade, a escola tem ficado pior desde o dia em que o Diretor Lendário deixou a diretoria à cargo da esposa dele. Ela tenta melhorar as coisas, mas, no final das contas, ela continua ruim de administração.

Ao menos, a taxa de repetência está baixa: quatro por cento (a de evasão está em dezessete por cento). Há carência de professores, embora este pareça ser um problema em processo de solução, de acordo com alguns alunos. Há trinta e um professores para uns novecentos alunos.

Hoje fiz umas entrevistas durante o turno da tarde e farei mais algumas na segunda feira antes de criar o documento definitivo, que será publicado aqui.

Ah, sim, contei que eu tive um sonho erótico subvertido na semana passada?

My class and I entered the room, but the teacher didn’t arrive. We started playing, you know, throwing paper, speaking loud and stuff expected from 8-year-olds, even if I was the youngest and was 19. Then, the substitute teacher came: an old tall woman, using botox, silicone on the breasts and butt, stilleto, black short dress and a top hat. She noticed I was uncomfortable… and started to seduce me. […] I won’t go in detail. But I rejected, freaked out and ran away yelling “big no!” In the process, I became my fursona, running away on all fours. She pursuited me. […] I eventually ended in the same room, Macgyver clinging to me to protect me from her. […] But, when she was back, Mac was gone. I was cornered, scared and… and the dream is over.

Anúncios

3 Comentários »

  1. […] estude no Campus do Itapipoca. O Centro de Humanidades não precisa. Talvez porque eu venho de uma escola muito pobre, estou acostumado a trabalhar com pouco e me dar muito bem. Sempre tive professores muito bons que […]

    Curtir

    Pingback por Obrigado! | Pedra, Papel e Tesoura. — 25 de outubro de 2013 @ 17:03

  2. Lived the “experience” of public “ensino” at Mexico.
    Back in 2000 at the school “Luis Tijerina Amaguer” Those days the “computer room” wasn´t finished yet. The bathroom were integrated too, but most of them were not working then.

    Suprised your old school has it´s own web-page.
    God! That´s the princiapal office!? Looks like a kitchen XP
    9 aulas para 900 alumnos e os turnos sao manhá e tarde. Isso é 50 alumnos por aula.
    In Mexico they use to be 45 per classroom, so that ain´t that bad.

    Just a question: how many schools are in your city per Km?

    Curtir

    Comentário por Roger — 4 de maio de 2012 @ 22:31


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: