Analecto

19 de maio de 2013

Na mesma semana.

Your IP address has been banned. Reason: Known TOR exit node. If you are the operator of this node and wish to access Fur Affinity through it, please set your exit policy to reject connections to 70.33.186.196: Your IP address is: 199.48.147.35 If you feel this is in error, send an email to support@furaffinity.net.

Fur Affinity.

Eu até entendo, já que Tor pode ser usado para evadir banimentos. Hoje perdi aula por razões similares às quais perdi aula na quarta-feira: não consegui dormir. Deixe-me explicar.

Na quarta-feira, não consegui acordar no horário certo. Então, na quarta, meu problema foi que não consegui acordar. Uma pena, porque estamos estudando a Bíblia em latim em tópicos de filosofia nível um. Aliás, o professor passou dever, resumir um dos livros, se não me engano. Terei o maior prazer em fazê-lo, para reviver os velhos tempos em que eu e a Bíblia éramos mais chegados. Claro que em latim será difícil, mas estudei latim no passado. Só preciso de um bom dicionário pra me ajudar a desenferrujar.

Hoje, contudo, meu problema foi mesmo não conseguir dormir dividindo o quarto com uma armadeira. Fiquei paranoico. Não, sério, desde criança tenho medo de aranhas.

Por outro lado, fico meio desanimado com ética nível três. É desconsertante ter suas crenças jogadas no lixo enquanto o professor parece se esforçar pra te jogar no abismo de Pascal. Claro que sua intenção era mostrar que nossa moral é tão errada quanto a do próximo, mas ele meio que exagerou. Sempre que vou para a aula dele, fico alerta pra não dizer nenhuma besteira que poderia iniciar um desastre metafísico. E quando digo crenças, não falo de Deus ou coisa assim, mas nossas morais. Minha moral é bastante minimalista, tipo John-Stuart Mill. Qualquer um pode fazer o que quiser desde que não faça mal aos outros, corrija-me se eu estiver errado. Aí o professor leva isto às últimas consequências até que eu tenha que discordar de mim mesmo e abandonar meu ponto de vista. Claro que isso pode ser construtivo! Fato, é bom que você se liberte de crenças falsas, como a de que sua moral é melhor que a do outro. Mas da forma como ele faz, parece que não só não devemos sobrepor nossa moral à do próximo, mas não podemos confiar naquilo que normalmente confiamos, portanto nos deixando sem regras de ação mesmo para a vida cotidiana, onde nosso antigo modus operandi é requisitado (ou um bom substituto).

Além do mais, tenho uma aversão completa ao caos e à falta de sentido. Viver sem algo para me segurar é fatality. Quer me matar? Tire de mim meu desejo de estudar filosofia. Aí eu não teria propósito. De acordo com Sartre, o mundo não tem sentido em si mesmo e eu concordo. As coisas não tem sentido em si mesmas e o pior é que eu não posso, absolutamente, viver num mundo assim. Eu preciso atribuir um sentido à minha vida para que eu continue a despeito das consequências e dificuldades e esse objetivo sagrado é a filosofia. Quero não só aprendê-la, mas ensiná-la, construir pessoas para que elas não precisem de conserto. E por pouco meu professor tirava até isso de mim. Se o tivesse feito, eu me suicidaria. Admito que sem essa razão de viver sou como qualquer outro jovem que não sabe o que fazer da vida ou qualquer adulto em crise de meia-idade. Eu envelheceria mais rápido, ficaria deprimido e eventualmente morreria. Queria poder colocar a frase “Aquele Indivíduo” na minha lápide. Mas será que não haveria algo positivo em me libertar de uma dependência tão forte? Talvez até tenha, mas não estou preparado no momento e fazê-lo só me traria malefícios.

Falando em ética, usar o Tor me rendeu dois banimentos na Dueling Network na mesma semana. Escusável contudo, pois banimentos na Network são efetuados com base no IP, porque os administradores realmente creem que IP pode ser considerado um identificador 100% seguro de usuário. Num mundo em que proxies ficam mais populares e a deep web é cada vez mais desbravada, é mais coerente banir por endereço de e-mail. Mudar de IP é fácil, mas mudar de endereço de e-mail só para evitar banimentos é enfadonho, especialmente se métodos rigorosos de confirmação de e-mail forem empregados, como o código de ativação enviado por mensagem de texto empregado pelo Google. Só lasca pra mim porque não tenho celular.

Tenho ficado doidão com uma música quatro do jogo Parallax.

Botei esse negócio num osciloscópio e observei uma quantidade absurda de ressonância. É lindo observar as ondas sonoras enquanto você escuta essa maravilha lentamente explorando sua alma. De acordo com este vídeo, essa música toca no momento em que o piloto sai da nave. Não combina nem um pouco com a cena, mas quem realmente se importa?

Falando em música, voltei a compor pro chefe. Testei uns emuladores de SID no LMMS usando Vestige e tudo deu certo, mas achei complicado. Então resolvi ficar só com os arquivos de fábrica mesmo.

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: