Pedra, Papel e Tesoura.

29 de julho de 2013

Fora que odeio gente.

Filed under: Organizações, Saúde e bem-estar — Tags:, , , — Yure @ 18:32

Minha mãe resolveu que não me fará passar pelo sufoco que é a endoscopia. Graças a Deus; eu estava morrendo de medo. Por causa deste medo e ansiedade, talvez eu tenha que passar por outro tratamento psiquiátrico, de acordo com meu médico. Detesto essas coisas… mas talvez seja a melhor coisa a ser feita. Eu não queria antes porque a depressão me mostrava a verdadeira face da vida, mas, se é pra tratar de um medo que só me dá problema, talvez tomar uma pílula ou duas por dia não faça mal.

Desde que me recuperei da minha doença, voltei a prender a urina para propósitos recreativos. Perdi a prática enquanto estava de cama e, no presente, só consigo segurar por até catorze horas ingerindo um litro e meio de água. Muito para uma pessoa normal.

Falando em normal, hoje visitei um balneário que não visito desde a infância. Trago vagas e distantes memórias daquele lugar, além das vívidas memórias de hoje. É um lugar alto, maravilhoso, com bastante vegetação e cinco piscinas naturais. A água que vem da serra enche a primeira, que derrama água para a segunda e assim por diante, que nem Plotino. Só o que não gostei foi a comida; o novo biscate do meu pai achou dois besouros no arroz, a carne estava mal passada, os talheres estavam sujos, o molho estava estragado e a salada não parecia segura.

Hoje minha mãe quis me levar para uma lanchonete, mas resolvi não ir; meu tio e primos também iam e não me sinto à vontade com meu tios. São como estranhos pra mim. Fora que odeio gente que faz piada, ri o tempo todo, supõem que você tem tanto senso de humor quanto suas pessoas e lhe importunam com piadinhas potencialmente ofensivas.

Older Posts »

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: