Analecto

7 de julho de 2013

Me senti uma criança de cinco anos.

Fui ao médico hoje com meu pai depois de minha mãe ter feita muita pressão. O médico me perguntou se eu era alérgico a algum remédio e eu menti dizendo “bezetacyl”. Só pra ter certeza. Ele me passou antibióticos e me deu umas recomendações. Durante toda a consulta, meu pai estava comigo. Me senti uma criança de cinco anos o tempo todo, quase chegava a ver as coisas maiores do que realmente eram. Eu estava com muito medo de levar injeção, que bom que não tomei. Na volta, fiquei no meu quarto, tomando água, fingindo que a garrafa era uma mamadeira. Faz tempo desde a última vez que me senti daquele jeito.

Mamãe me trouxe a cronologia dos eventos do curso de Linux do qual posso virar professor. É bem simples: explicação do conceito de “software livre”, o que é GNU/Linux, quais os sistemas mais populares e quais as diferenças entre eles, explicação sobre o Ubuntu (que é o sistema que usaremos), explicação dos detalhes da interface, painel inicial e dash, Ubuntu One, equivalências entre Windows e Linux, Brasero, VLC, Wine, Writer, Calc, Impress. Tem uma carga horária de cinquenta e duas horas-aula e tudo isso é dividido em dois grandes módulos: Ubuntu Linux 12.10 LTS e Libreoffice. Alguém pode se perguntar cadê o Terminal. Pois é, o Terminal, por alguma razão, não entra no curso. Faz sentido, porque o foco do curso é formar o usuário comum, capaz de trabalhar com o computador baseado em Linux, não formar o administrador que fará mudanças críticas no sistema. Ou seja, formar gente que loga na sessão convidado, ha, ha. Tá bom, sem brincadeira, não é motivo o bastante para não ensinar Terminal. Eu aprendi prompt de comando no meu curso de Windows e isso, sim, faria sentido deixar de fora. Mas tirar o Terminal do curso de Linux é, no mínimo, polêmico. Bom, o nome do curso é Sistemas de Computação em Nuvens: Softwares Livres, então suponho que o ponto principal é ensinar o indivíduo a usar Ubuntu e colocar as suas coisas nos cinco gigas do One. Com ou sem Terminal, eu poderia ensinar tudo isso mesmo estando em coma.

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: