Analecto

21 de novembro de 2014

www.6581-8580.com

Filed under: Computadores e Internet, Música, Passatempos — Tags:, , , — Yure @ 22:32

MP3 Archive (154473* files) of music recorded from real unmodified Commodore 64’s hardware (6581R2, 6581R4 & 8580R5)

Stone Oakvalley’s Authentic SID Collection – www.6581-8580.com – Download MP3 files of SID recordings.

Houve um tempo no qual eu detestava gravações em fluxo de música de computador. “Por quê?”, eu pensava, “Eu não posso simplesmente usar um emulador e, ainda assim, ter economia de espaço?” Ninguém pode me culpar por pensar dessa forma. Mas eu percebi que esse pensamento não funciona tão bem com Commodore 64. Pelo que eu pude observar, as músicas, por exemplo, do Firefly soam bem diferentes no Youtube, em relação a forma como elas tocam aqui. Outro problema é que o Commodore 64 teve três processadores de som ao longo de sua história, cada peça processava os filtros de forma distinta, de forma que uma música poderia soar diferente dependendo do ano do computador.

E então, quem tem razão? Estou emulando da forma correta? Em GNU/Linux, três bibliotecas se esforçam para se aproximar do som do Commodore 64: libsidplay1, libsidplay2 e libsidplayfp. Nenhuma delas é completa, o que é de se esperar de software de código aberto; novos recursos sempre podem ser adicionados. Mas, na tarefa de emular o som autêntico do Commodore 64, todas falham. Chegam perto, por vezes bem perto, mas nunca chegam ao ideal.

Aí, esse senhor Oakvalley teve uma ideia: para resolver o problema do código de máquina e dos emuladores, o código da música poderia ser executado em hardware original e gravado em MP3, para que, assim, o som do hardware original fosse preservado, embora com pequenas perdas típicas do MP3. Ele converteu toda a High Voltage SID Collection dessa forma e o que mais impressiona: cada MP3 tem três ligações de descarga, um para cada modelo do processador. Assim, você pode comparar a forma como os filtros são processados e inferir as características únicas de cada processador.

Assim, estou me reconciliando com o MP3 e deixando de lado o código de máquina, por enquanto. Estou reorganizando minha coleção de música de jogos eletrônicos, usando apenas os trinta e três formatos do Audio Oveload e mais o Vorbis. Isso, estou convertendo meus MP3 em Vorbis. É que Linux Mint se dá melhor com Vorbis.

2 de novembro de 2014

Facebook.

Filed under: Computadores e Internet, Organizações — Tags:, , , — Yure @ 17:34

Welcome to Facebook – Log In, Sign Up or Learn More.

Quem diria? O Facebook resolveu abrir um serviço de localização oculta dentro da rede Tor. Pouar não entende bem a razão e chuta que pode ser um estudo sobre o comportamento do usuário do Tor. Bom, eu acho que é por uma razão mais mesquinha: fazer uma caixa de areia na qual os usuários do Tor possam divertir-se e deixar o site principal em paz. Afinal, seria um site mais anônimo que os usuários do Tor poderiam preferir, posto que eles atrapalham a tarefa do site principal de coletar informações sobre os usuários normais. Além do mais, o próprio site poderia se beneficiar disso, já que outros grandes serviços estão investindo em sites anônimos para adquirir uma boa imagem disponibilizando seus serviços em países onde tais serviços normalmente são censurados. Ou posso estar enlouquecendo.

%d blogueiros gostam disto: