Analecto

24 de novembro de 2015

O que o texto diz.

Filed under: Não categorizado — Yurinho @ 15:56

O texto abaixo é uma honesta aula filosófica baseada em 9 Dicas para Melhorar a Interpretação de Textos, com sugestões de como as ideias contidas em tal escrito podem ser usadas para desenvolver o país e ajudar as pessoas a se compreenderem.

O que o texto diz.

Um texto tem dois níveis de compreensão: o nível explícito e o implícito. O nível explícito é o nível literal. Trata-se do que o texto está dizendo, literalmente. O nível implícito contém as informações que estão latentes no texto, mas que não estão explicitamente escritas. Por exemplo, quando eu digo “água mole em pedra dura, tanto bate até que fura”, em nível literal, eu estou dizendo que a água, apesar de mole, pode furar uma pedra se houver uma goteira sempre gotejando água sobre a mesma área da pedra. Mas, em sentido implícito, eu estou dizendo que qualquer um pode ceder à pressão regularmente exercida, seja física, mental ou social. Pra usar uma metáfora da informática: o nível explícito é o arquivo, mas o nível implícito são seus metadados. Mesmo que o texto não diga, muitas vezes é possível dizer qual é seu público-alvo, em que ano foi escrito e onde, por qual tipo de pessoa, além de quais informações o texto quer passar, mas sem mostrá-las explicitamente.

Para sermos capazes de interpretar um texto, isto é, chegar ao seu nível implícito, é preciso lê-lo todo, às vezes mais de uma vez. Ao fazer isso, tente compreender um parágrafo ou uma página de cada vez, tentando extrair do pedaço que você está lendo a ideia que o autor está defendendo. Veja bem: interpretar um texto é trabalhar com as ideias do autor e não com as suas. Então, se o autor diz algo com que você discorda ou que te deixa desconfortável ou ofendido, é importante não cessar a leitura e apreender esse ponto controverso. Se você ignorar todos os pontos de discordância entre você e o autor, você não compreenderá o texto. Então, não passe por cima do que você discorda

Depois que tiver lido todos os parágrafos e tiver compreendido cada parágrafo em separado, você deverá ser capaz de juntar a informação objetiva em um todo orgânico, juntando o que você aprendeu de cada seção. Com isso, é possível dizer qual é a ideia central do texto e os argumentos usados em sua defesa. A partir disso e da linguagem do texto, é possível também que o especialista diga quem escreveu, onde, quando e pra quem. Se bem que isso nem sempre é possível ao mero estudante.

Recomendações.

Para ler e compreender um texto, é preciso lê-lo todo. Mas tal leitura pode ser feita analiticamente, isto é, pedaço por pedaço. Há outro truque bem interessante, que é fazer anotações pra fixar o que está sendo lido. Sempre que você ler algo que você considera útil ou construtivo, anote aquilo, mas não tal como está no texto e, sim, com suas próprias palavras. Ao anotar um trabalho, não reescreva o conteúdo, mas escreva o que você aprendeu ao ler aquele conteúdo. Isso ajuda você a guardar o que você está aprendendo apesar da memória que você tem do texto. Afinal, o texto você pode esquecer, mas fazer anotações sobre o texto ajuda você a não esquecer o que você aprendeu do texto.

Tal habilidade pode ser útil também fora do âmbito acadêmico ou escolar. Muita gente não é capaz de interpretar um texto noticiário e isso é muito grave em tempos de instabilidade política e econômica. Nos dão informação de todas as partes, mas, se ficamos apenas no nível literal do texto, a manipulação se dá facilmente. Por exemplo, suponhamos que você veja um texto noticiário comemorando que algo em torno de 60% da população brasileira prefere a democracia em relação a uma ditadura. Isso é algo que se comemore? Por que, se 60% preferem uma democracia, então 40% não preferem ou não sabem. 40% é muito! Isso é preocupante. Como dissemos, existe um nível implícito em cada texto e explorar esse nível é necessário também para compreendê-lo.

Por causa disso, técnicas de interpretação de texto não são úteis apenas pra passar em provas ou pra ler livros, mas também são úteis pra ler qualquer tipo de texto de forma a tirar dele também informações ocultas. Num país onde muita gente não entende o que lê, a falta desta perícia permite a fácil manipulação das massas pela mídia vigarista que explora sua ignorância. Portanto, pratique sua interpretação textual e exerça-a na vida cotidiana, não somente na escola.

%d blogueiros gostam disto: