Analecto

17 de fevereiro de 2018

“Onde fala na Bíblia que não se deve beber?”

Filed under: Livros, Organizações, Saúde e bem-estar — Tags:, , — Yurinho @ 22:45

Uma postagem rapidinha. Veja, eu tenho acesso aos termos de pesquisa que trazem as pessoas a este lugar, então eu sei mais ou menos o que o pessoal está procurando. Então, recentemente houve um fluxo intermitente de pessoas querendo saber qual é a opinião da Bíblia Sagrada em relação ao álcool, então eu creio que eu possa elucidar as coisas aqui.
Primeiramente, não é a primeira vez que eu recebo um número de visitantes com termos de pesquisa exóticos, do tipo “qual demônio está presente quando você bate uma”, mas é a primeira vez que eu percebo um interesse tão elevado no problema do álcool. Comecemos resolvendo a questão que dá nome a esta entrada: em lugar nenhum. A Bíblia Sagrada não proíbe o consumo de bebida alcoólica, ponto. Mas o que eu percebo é que alguns termos de pesquisa dão a entender que tem pastor dizendo que esse é o caso. Por exemplo, um dos termos de pesquisa diz “onde está escrito na Bíblia que não se deve colocar nem um pouco de bebida na boca?”. Isso é extremamente específico. Se for como eu estou pensando, alguns líderes religiosos estão dizendo que existe evidência bíblica sobre a proibição do álcool, mas essa evidência não existe. Pelo contrário. Então, fico feliz por ter gente pesquisando isso na Internet, porque quer dizer que algumas pessoas que atendem à igreja estão questionando o ensinado dado ali. Isso é ótimo: muitos pastores e talvez até padres só estejam mesmo interessados no seu dinheiro e, inventando proibições que não existem, fazem você sentir necessidade do perdão que oferecem, ou seja, te incentivam a permanecer na igreja pelo medo.
A bebida mais comum nas histórias bíblicas é o vinho. Em Gênesis 27:25, vemos que Isaque, filho de Abraão e pai de Jacó, tomou vinho sem nenhum problema das mãos de seu filho. Em Êxodo 29:40, bem como em Levítico 23:13, Números 15:5, Números 15:7, Números 15:10, entre outros, vemos que o vinho é aceito como oferta a Deus. Se o vinho fosse uma bebida “do mal”, Deus não o aceitaria como oferta. No entanto, o vinho, por deixar a pessoa “alegre”, não era uma bebida adequada para servidores do templo, na medida em que estavam em serviço, de forma que Levítico 10:9 interdita o consumo de vinho antes da entrada na tenda de reunião, mas não há interdição contra o consumo de vinho, por exemplo, depois do serviço sagrado. Uma outra situação em que o vinho ou a cidra são interditados é o voto de nazireu, conforme Números 6:3, mas ele não é obrigatório. Se eu fizer esse voto, eu devo me abster, mas nada me obriga a votá-lo em primeiro lugar. Em adição, o voto de nazireu tem tempo limitado, de forma que o votante pode beber vinho depois que o período do voto acabar (Números 6:20).
Outra coisa que é importante ressaltar é que, se vinho fosse uma bebida maldita, Jesus não teria transformado a água em vinho no segundo capítulo do Evangelho Segundo João. Um monte de gente bebeu aquele vinho, que era da melhor qualidade (João 2:9).
Alguém pode perguntar: “mas esse vinho era alcoólico?”. Quando estavam todos falando em sua própria língua e ainda assim se entendendo, alguém perguntou se a multidão não estava cheia de “vinho doce” ou “mosto” (Atos 2:13). Isso porque, pra quem via todo o mundo falando em línguas diferentes e, apesar disso, parecerem estar em harmonia, aquilo só podia ser porque estava todo o mundo bêbado. Afinal, pra quem via, parecia brincadeira. Efésios 5:18 também diz que não devemos nos “embriagar” com vinho, mas não é possível se embriagar com um líquido sem álcool. O que significa que o vinho da época era alcoólico. Mesmo que a destilação simples fosse empregada por alguém, não é possível, por esse método, com as limitações da época, seguramente remover todo o álcool de uma porção de vinho, de forma que ele permanecia alcoólico mesmo que destilado.
Por último, não menos importante, o vinho é recomendado por Paulo em 1 Timóteo 5:23 e é um elemento necessário à Ceia do Senhor, a qual somos ordenados a celebrar em memória do sacrifício de Jesus. Assim, a Bíblia não apenas não proíbe o consumo de vinho, mas o ordena como parte da celebração da Ceia.
Então, sabendo que o vinho não é proibido pela Bíblia, que o vinho é recomendado pela Bíblia, que o vinho é ordenado pela Bíblia em ocasiões cristãs solenes, que o vinho é uma bebida alcoólica, mas que a embriaguez é interditada, conclui-se que ingerir álcool não é pecado, mas, no máximo, é pecado ficar bêbado. Beba com moderação. Satisfeito?
Após escrever isto, eu espero que os leitores que vêm a este site desenvolvam uma visão mais crítica do ensinamento que recebem na igreja. Esse não é um problema exclusivamente protestante (porque existem doutrinas gratuitas no catolicismo), mas saiba que o requisito pra ser pastor é muito baixo. Há muitos que não leram a Bíblia por completo nem sequer uma vez (eu já a li por completo três vezes) e nós sabemos que existem igrejas que vendem sua fé se aproveitando da ignorância dos fiéis para lhes ordenhar o dinheiro. Então, se você ouve algo do seu pastor, veja se aquilo tem fundamentação bíblica. Se não tiver tempo, olhe na Internet. E, se você perceber que seu pastor está citando referências falsas, admita que ele está mentindo pra você. Abandone aquela igreja e vá fazer outra coisa.

2 Comentários »

  1. […] Se aproveitando da loucura dos fiéis, os líderes religiosos procuram faturar com crenças falsas. […]

    Curtir

    Pingback por Anotações sobre o elogio da loucura. | Analecto — 26 de junho de 2018 @ 12:46

  2. […] Mentir para fins religiosos leva ao ateísmo. […]

    Curtir

    Pingback por Anotações sobre o “Dicionário Filosófico” de Voltaire. | Analecto — 15 de junho de 2018 @ 00:37


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: