Analecto

1 de junho de 2019

O que aprendi lendo “302.2”.

Filed under: Saúde e bem-estar — Tags:, , — Yure @ 16:36

302.2: Pedophilia” foi escrito pela American Psychology Association. Abaixo, o que aprendi lendo este texto.

  1. Pedofilia é a atração por sujeitos pré-púberes, isto é, um desejo de se relacionar com crianças que não atingiram ainda a puberdade.

  2. Antigamente (DSM-IV-TR), para se qualificar como pedófilo, era preciso que o sujeito tivesse ao menos dezesseis anos e que a criança desejada não tivesse atingido a puberdade e fosse ao menos cinco anos mais nova que o sujeito.

  3. Assim, se você tem dezesseis anos e se sente atraído por alguém de onze anos, pode ser que você se seja, sim, pedófilo.

  4. No entanto, tal diagnóstico dependeria também da maturidade da criança desejada: se o sujeito tem onze anos mas já iniciou a puberdade, não vale.

  5. Afinal, há muitas crianças que parecem adolescentes e adolescentes que parecem adultos.

  6. O que atrai o pedófilo é a falta da puberdade.

  7. Parece que pessoas atraídas por meninas preferem elas mais novas, enquanto pessoas atraídas por meninos preferem eles mais velhos.

  8. Assim, o pedófilo não se atrai por todas as crianças indiscriminadamente: existem diferentes preferências por idade e por sexo.

  9. Existem pedófilos que também se atraem por adultos, enquanto outros só se sentem atraídos por crianças.

  10. Nem todos os pedófilos são violentos: nem todos se relacionam com crianças e mesmo os que se relacionam podem preferir não usar a força.

  11. Também um número desses sujeitos não penetra a criança, preferindo atividades superficiais (despir, tocar, entre outros).

  12. Grande número de pedófilos não sofre em decorrência dos seus sentimentos.

  13. Antigamente (DSM-IV-TR), só era considerado pedófilo quem chegava a se relacionar com uma criança.

  14. Ora, nem todos os sujeitos atraídos por menores chegam a tanto.

  15. A menos que o pedófilo também seja sádico, ele não quererá fazer a criança sofrer.

  16. Assim, se houver um segredo entre pedófilo e criança, pode ser que a criança não esteja sendo forçada a guardar segredo.

  17. Maior parte das pessoas atraídas por menores percebe sua atração na adolescência, mas alguns percebem na idade adulta.

  18. A propensão para procurar parceiros infantis flutua com o grau de estresse psicossocial: se o cara está satisfeito, tem um bom emprego, família e amigos, ele poderá pensar que se relacionar com uma criança põe muita coisa a perder, mas o criminoso sexual registrado, o que ele tem mais a perder, quando o registro o priva de tanta coisa?

  19. O critério diagnóstico para pedofilia, no DSM-IV-TR, é:

    1. Ter desejo sexual, recorrente (por seis meses), de se engajar em atos libidinosos com crianças.

    2. Chegar a fazer algo sexual com uma criança ou sentir algo ruim (como culpa, vergonha ou medo) em decorrência de tais desejos.

    3. Ter ao menos dezesseis anos e desejar uma criança (não adolescente), pelo menos, cinco anos mais nova.

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: