Analecto

24 de março de 2020

Sobre o último pronunciamento do presidente.

Filed under: Notícias e política, Saúde e bem-estar — Tags:, , — Yure @ 23:18

Muito bem, eu vinha em silêncio sobre a situação política do país porque, como todos estavam falando disto, eu pensei que não haveria nada que eu pudesse falar que outros já não teriam dito. Mas, depois do pronunciamento do presidente, no qual ele diz que devemos trabalhar apesar da pandemia, que é séria, o que aumentaria o número de casos e também de mortes, eu percebi que tem uma alternativa que não estão comentando: a greve geral do setor do privado. Eu só espero que não me ocorram problemas por falar disto aqui, mas vamos lá.

Então, você agora tem que escolher entre a vida de seus familiares (talvez também a sua) e seu trabalho. A escolha não é óbvia? Se você perder seu emprego, você pode arranjar outro. Mas, se você perder sua vida, só Jesus salva. Faça, portanto, greve. Não vá trabalhar, apesar de tudo. Parece que esta é a única linguagem que o governo entende, a do dinheiro. Faça o setor privado perder dinheiro e eles ouvirão vocês. Afinal, o governo (me referindo ao governo federal, claro) já deixou bem claro que o produto interno bruto, o qual nem chega na mão de todos os brasileiros, é mais importante que os trabalhadores que de fato produzem essa riqueza. Eles não podem mandar a polícia na sua casa pra te forçar a trabalhar.

Sabe, até hoje, eu amava este país. Eu tentava tolerar o fato de que uma minoria barulhenta e uma outra minoria silenciosa se juntaram pra formar a maioria que elegeu Bolsonaro. Dessas pessoas, eu tinha pena, compaixão. Quando eu vejo os resultados desse erro hoje, não tem como eu não sentir desprezo. E, cada vez mais, eu vejo o quanto meu povo é imaturo. Inobstante, eu ainda penso que sairemos desta como uma nação melhor, purificada de seus erros pela dor. Rousseau escreveu, no Emílio, que você só deve impedir uma criança de fazer aquilo que lha prejudicará permanentemente ou a matará, mas deve deixá-la fazer o que resultaria em ferimentos dos quais ela pode se recuperar. Assim, a dor do impacto e o drama da recuperação a fariam aprender a não repetir seus erros e a ouvir seus pais. O mesmo se aplica aqui. Bolsonaro não matará o Brasil e o Brasil poderá se recuperar dele. Só é uma pena que muitos, inclusive dentre os que nele votaram, poderão morrer no processo.

Resumindo, ignore o presidente, já que ele acabou. Fique em casa mesmo. Se perguntarem, você tá fazendo greve e sua demanda é o impeachment.

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: