Analecto

7 de maio de 2021

Então, masturbação…

Filed under: Saúde e bem-estar — Tags:, , — Yure @ 17:35

Meu post mais visto é sobre como a masturbação não é um pecado em si mesma e eu discuto esse tema de tempos em tempos neste blog. Recentemente eu observei uma onda de pessoas argumentando que um homem não deve se masturbar, geralmente argumentando que a masturbação rouba você da motivação para o sexo. Bem, já que sou completamente desinteressado em sexo e não acho que seja grande coisa em primeiro lugar, acho que esse argumento não funciona para mim (ou para quem não quer fazer sexo ou é fisicamente ou legalmente incapaz de procurar sexo, como é o caso de pessoas que não atingiram a idade do consentimento).

Não é da minha conta se as pessoas estão ou não brincando consigo mesmas, mas vendo tantas pessoas falando contra essa prática, acho que eu deveria ser uma voz dissidente oferecer algum contraponto.

Aspecto físico.

Enquanto a maioria das pessoas argumenta contra a masturbação usando o argumento que acabei de apresentar (elimina a motivação para o sexo), algumas pessoas argumentam que a masturbação é fisicamente insalubre. Mas é mesmo? Pense nisso: qual é a diferença entre masturbação e sexo? Ambas as práticas envolvem atrito genital para alcançar o orgasmo. A diferença é o instrumento utilizado: na masturbação, a mão é usada; no sexo, você tem outra pessoa. Do ponto de vista físico, se a masturbação não é saudável, o sexo também não é. Se você quer parar de se masturbar porque tem medo de se machucar ou poluir seu corpo, por que você não para de fazer sexo também? Agora, estamos falando de aspectos físicos. Se for esse o caso, você deve argumentar que sexo é mais seguro que masturbação.

Na verdade, é o contrário: no sexo, você está exposto aos fluidos de outra pessoa, o que é o mesmo que se expor ao risco de doença sexualmente transmissível. A menos que você tenha certeza absoluta de que seu parceiro está limpo ou se você está usando contramedidas (como um preservativo), é um risco. Além disso, há o risco de gravidez indesejada, mesmo que tal risco seja muito diminuído pela combinação de preservativos e pelo uso correto de pílulas anticoncepcionais.

Dadas essas coisas, masturbação é menos fisicamente arriscada que sexo. Se masturbação é ruim, sexo deveria ser pior. Mas nenhum homem concordaria com isso.

Aspecto mental.

Outros argumentam que a masturbação não deve ser praticada porque é viciante. Claro, sexo também. Você provavelmente percebeu que eu vou fazer isso durante todo o texto. Lembro-me de ler que a masturbação ativa o sistema de recompensa do seu cérebro, o que pode torná-la viciante depois de um tempo. O problema é: tudo o que causa prazer ativa o sistema de recompensa. A masturbação teria que causar um prazer intenso para ativá-lo de forma preocupante, como o crack ou a cocaína fazem.

Um amigo da faculdade confiou a mim que ele é um viciado em sexo. Ele precisa fazer sexo uma vez por dia para funcionar corretamente no dia seguinte. Mas, uma semana, ele ficou doente com um caso muito ruim de gripe. Ele ficou de cama por três dias. Quando ele voltou para a faculdade, ele me contou sobre suas tribulações nesses três dias de abstinência e eu perguntei a ele: “Por que você não se masturbou?” Ao que ele respondeu: “É insatisfatório.”

Sexo é melhor do que masturbação, na verdade. Se a masturbação é ruim porque ativa seu sistema de recompensa de uma forma supostamente intensa, por que as pessoas ainda fazem sexo, que faz o mesmo em maior medida? Além disso, como eu disse, muitas coisas nos causam prazer e muitas coisas podem se tornar viciantes por causa disso, mas depende mais da pessoa do que do ato, a menos que estejamos falando de substâncias objetivamente viciantes, como drogas. As pessoas podem se tornar viciadas em açúcar, exercícios, jogos, internet, trabalho e muitas outras coisas. Mas ninguém reclama dessas coisas. Porque elas não são objetivamente ruins. Se uma pessoa se torna viciada em qualquer uma dessas coisas, é mais um problema pessoal do que um problema de objeto ao qual a pessoa é viciada.

Para dissipar dúvidas sobre este tema: vício é qualquer mau hábito que você formou. Um hábito é ruim quando te prejudica de alguma forma (física, mental ou socialmente). Se você realmente quer saber se você é viciado em masturbação ou qualquer outra coisa, você só tem que avaliar se esse hábito está prejudicando seu corpo (algumas pessoas se masturbam ao ponto da dor), prejudicando seu bem-estar mental (na maioria das vezes, os males atribuídos à masturbação são melhor atribuídos à abstinência sexual, tanto que eles só começam a aparecer quando a pessoa tenta parar) ou prejudicando sua imagem (muitas pessoas gostam de misturar masturbação com comportamentos de risco, como fazê-loem locais públicos). Se for esse o caso, então é um vício.

Aspecto social.

Outro argumento contra a masturbação é que largá-la dá mais tempo para trabalhar, para se divertir e dormir melhor. Isso se resume a gerenciar seu tempo. Na verdade, se você levar uma hora para chegar ao orgasmo através da masturbação, você vai ganhar mais uma hora no seu dia se você parar de se masturbar. Mas, novamente: se você parar de se masturbar para ganhar mais horas do dia para se dedicar a outras coisas, por que você não para de fazer sexo, pois sexo rouba mais tempo do que masturbação? Pense nisso: uma hora para chegar ao orgasmo é um exagero e a maioria das pessoas gasta muito menos tempo do que isso para chegar ao orgasmo sozinho. Mas, para fazer sexo pelo mesmo tempo, você terá que passar um bom tempo esperando até que seu parceiro também esteja a fim ou criando o clima para que o casal aproveite o ato. Você tem que estar atento às necessidades e desejos do parceiro e garantir que ninguém seja preso após o evento. No final, fazer sexo duas vezes por semana pode levar tanto tempo quanto se masturbar cinco vezes por semana, se você contar os preparativos que vêm antes do sexo para construir o clima. Durante toda a espera, você permanece sexualmente frustrado.

Finalmente, depois de ter um orgasmo, você para de pensar em sexo até que você anseie por outro orgasmo. Portanto, para cada orgasmo alcançado sozinho, um contato sexual é evitado. Isso é útil para pessoas que têm sentimentos sexuais ilegais ou impossíveis de praticar e para pessoas que não podem fazer sexo legalmente.

Retenção de sêmen?

Depois de toda essa discussão, você provavelmente percebeu que a razão deste texto pode ser resumida em: “Se a masturbação é ruim, como não é que o sexo não é considerado ruim também, se a única diferença entre eles é o método usado para alcançar o orgasmo?” Se é assim, a estranha comunidade de retenção de sêmen parece mais lógica do que a comunidade nofap. O problema é que a retenção de sêmen está relacionada ao aumento das chances de câncer de próstata, enquanto os benefícios parecem ser pequenos, se não inacreditáveis… Por outro lado, os benefícios do orgasmo estão bem documentados.

Mas eu não recomendo nem o nofap e nem a retenção de sêmen. Só queria dizer por que acho que não há razão para a maioria das pessoas parar de se masturbar. A menos que se torne um problema, deve ficar tudo bem.

%d blogueiros gostam disto: