Isso não ajuda o presidente, nem as forças armadas e nem a polícia.

“No dia 22/12/2022, vários manifestantes do acampamento conversaram comigo e sugeriram que explodíssemos uma bomba no estacionamento do Aeroporto de Brasília durante a madrugada e em seguida fizéssemos denúncia anônima sobre a presença de outras duas bombas no interior da área de embarque.“E no dia seguinte, (23/12/2022) uma mulher desconhecida sugeriu aos manifestantes do QG que fosse instalada uma bomba na subestação de energia em Taguatinga para provocar a falta de eletricidade e dar início ao caos que levaria a decretação do estado de sítio.

Leia íntegra do depoimento de preso por tentativa de atentado

Nesta semana, o Brasil seguiu a saga de um patriota (misto de pátria e idiota) que tentou explodir uma bomba num aeroporto em Brasília para dar ao presidente Bolsonaro um pretexto para declarar estado de sítio no Brasil, perpetuando seu mandato até que o caos fosse resolvido. Só que esse tipo de coisa fortalece o Lula.

Antes de começar a explicar o porquê, entendamos o plano do sujeito: plantar uma bomba nos postes de transmissão de energia na subestação de Taguatinga, a fim de deixar a cidade no escuro. Uma pessoa fez os explosivos e os deu a outro sujeito, para que ele levasse a bomba ao local determinado. Só que ele não seguiu o plano e colocou a bomba no aeroporto. A bomba não explodiu, apesar da tentativa de detonação. Se a cidade tivesse ficado no escuro ou se pessoas tivessem ficado feridas, talvez, eles pensaram, o presidente pudesse decretar estado de sítio (algo que ele não pode decretar sozinho).

Agora, por que isso favorece o Lula? Porque o sujeito confessou que era bolsonarista, que queria que o Bolsonaro continuasse no poder, que queria lutar contra o comunismo, entre outros. Ora, se você é a favor do Bolsonaro, você é contra o Lula e vice-versa, num país polarizado como o nosso ficou. Então, qualquer coisa que prejudique a imagem do Bolsonaro melhora a imagem do Lula, que é sua antítese. Qualquer coisa que a base bolsonarista faça respinga na imagem do presidente, já fragilizado e deprimido.

Pra piorar, o terrorista disse que estava inspirado pelas palavras do próprio presidente, o que municia pessoas que argumentam que as palavras do Bolsonaro realmente inspiram criminosos potenciais. Não só isso: ele disse que, na noite em que houve atentados em Brasília contra a vitória do Lula, um policial lhe havia dito que a polícia não coibiria danos ao patrimônio público, desde que respeitadas certas condições. Com isso, ele prejudicou a imagem da polícia, revelando que ela foi omissa. Por último, ele afirmou ter contato com, pelo menos, um general. Isso piora a imagem das forças armadas também. Com sua prisão e seu depoimento, ele conseguiu piorar as coisas pro Bolsonaro, pra polícia e pro exército.

Isso municia o Lula. Uma das primeiras coisas que ele vai fazer, através do Ministério da Justiça e Segurança Pública, é dissolver os acampamentos bolsonaristas na frente dos quarteis generais do exército, porque agora o público tem a percepção, sintetizada nas palavras de Flávio Dino, que esses acampamentos são “incubadoras de terroristas”. É mais um xingamento pra estigmatizar apoiadores do presidente Bolsonaro, que já estão na defensiva após perderem as eleições. A tendência é que mais gente se afaste do Bolsonaro e talvez até da direita em geral, por causa das atitudes de um punhado de malucos fazendo birra na frente dos quarteis.

Essas pessoas percebem que estão prejudicando a própria causa delas?

Sobre a conduta de algumas “pacas” em sites públicos.

I’ve been holding it out for a few months but you know what I’m done being contempt, so you know who you are, GET OUT NOW, fucking sick, fuckers wanting to actually fuck real kids

You know what, all maps here GET THE FUCK OUT by Promius < Journal | Inkbunny, the Furry Art Community

Me molesta mucho el comportamiento de muchos “MAPs” (personas atraidas a los menores) en Inkbunny. Básicamente, la persona abre una cuenta en Inkbunny y lanza un journal diciendo que le gustaría violar a un niño. Mira, entiendo que Inkbunny es un lugar de fantasía donde la persona puede liberarse en el reino furry y vivir sus deseos en forma de fantasía, con personas de ideas afines, pero cuando hablas de esa manera estás bajando tus posibilidades de aceptación. Quiero decir, pensé que los MAPs querían aceptación, ¿o me equivoco? Cualquier MAP que registre una cuenta para decir cosas que sabe ser inaceptables llevame a preguntarme si las personas que dicen ese tipo de cosas no solo quieren incriminar los “buenos MAPs” o incluso el sitio en sí, haciéndolos que todos se vean mal. Estoy seguro de que esas personas ni siquiera son MAPs reales para empezar. Si te atrae los niños o adolescentes y quieres aceptación apesar de eso, debes tener un poco de discreción… Nadie confiesa fantasías de violación en público (solo unos pocos MAPs fantasean con esas cosas) sin agregar que nunca lo harías tal cosa en la vida real. La mayoría de la gente piensa que no se necesitan tales “disculpas” en un sitio web furry, donde se supone que todo es fantasía, pero… cuando es algo tan serio como esto, debes agregar que es solo una fantasía que nunca será puesta en práctica. Y, como dije, es muy sospechoso que un MAP diría que quiere “violar” a alguien, una fantasía que la mayoría de ellos no nutren, lo que me lleva a creer que las personas que dicen tales cosas ni siquiera son MAPs para empezar, pero solo personas que quieren dañar la imagen de los MAPs. Y están logrando, si juzgamos por la reacción de las personas indiferentes e incluso la reacción de los aliados. Así que ten cuidado. No todas las personas que dicen que se sienten atraídas a los menores son de hecho. Cada MAP debe llamar a la razón a cualquiera persona que diga que lastimaría a un niño si se les diera la oportunidad.

I remembered that I can use this site to comment things that I don’t have the courage to comment on people’s faces. So I’ve been very bothered by the behavior of many “MAPs” (minor-attracted people) at Inkbunny. Basically, the guy opens an account on Inkbunny and releases a journal saying he would like to rape a boy. Look, I understand that Inkbunny is a fantasy place where the person can break free in the furry realm and live their desires in the form of fantasy, with like-minded people, but when talking that way you are lowering your chances of acceptance. I mean, I thought MAPs wanted acceptance, or am I wrong? Any MAP who registers an account to say things that they know are unacceptable which leads me to wonder if people who say that kind of thing are not just wanting to incriminate “good MAPs” or even the site itself, making them all look bad. I’m sure those people are not even real MAPs to begin with. If you are attracted to children or teenagers and want people like you despite this, you need to have some bloody common sense… No one confesses rape fantasies in public (not all MAPs fantasize about those things) without adding that you would never do such a thing in real life. Most people think such “apologies” are not needed in a furry website, where everything is supposed to be fantasy, but come on. When it’s something as serious as this, you have to add that it’s just fantasy. And, as I said, it is very suspicious that a MAP would say he wants to “rape” someone, a fantasy that most do not nurture, which leads me to believe that people who are saying they are not even MAPs to begin with, but just people who want to screw their image. And they are managing to, if we judge by the reaction of both indifferent people and even allies. So be careful. Not every person who says they are attracted to minor is indeed so. Each MAP should call out a person who says that, yes, they would hurt a child if the chance was given to them.

Lembrei que eu posso usar este site pra comentar coisas que não tenho coragem de comentar na cara das pessoas. É meio falso, mas acho que é até que sábio… Então, eu tenho ficado bastante incomodado com o comportamento de muitas “pacas” (Pessoas Atraídas por Crianças ou Adolescentes) no Inkbunny. Basicamente, o sujeito abre uma conta no Inkbunny e solta um jornal dizendo que gostaria de estuprar um menino. Olha, eu entendo que o Inkbunny é um lugar de fantasia onde a pessoa pode se soltar, mas ao falar dessa forma você está piorando suas chances de aceitação. A pessoa registra uma conta pra falar coisas que sabe que são inaceitáveis, o que me leva a pensar se as pessoas que falam esse tipo de coisa não estão apenas querendo incriminar “pacas de bem” ou mesmo o próprio site. Se você for atraído por crianças ou adolescentes e quer que as pessoas gostem de você apesar disso, você precisa ter mais noção das coisas… Ninguém confessa em público uma coisa dessas sem acrescentar logo em seguida que você entende que não se pode fazer isso de verdade (maioria das pessoas pensa que tais acréscimos não são necessários em um site furry, onde supõe-se que tudo é fantasia). Mesmo que você ache que a lei é desnecessária, você ainda está se prejudicando se manifestando dessa forma. E, como eu disse, é muito suspeito que uma paca diga que quer “estuprar” alguém, o que me leva a acreditar que as pessoas que estão falando isso nem são pacas pra começo de conversa, mas apenas querem ferrar a imagem delas. E estão conseguindo, se formos julgar pela reação tanto de indiferentes como de aliados. Por isso, cuidado. Nem toda pessoa que se diz uma paca é de fato. Cada paca deveria chamar à razão uma pessoa que saia falando que machucaria, sim, uma criança se a chance lhe fosse dada.

Pesquisas de intenção de voto.

Idealmente, no deberíamos creer en las encuestas de votación. Escribí aquí antes sobre el hecho de que las encuestas de votación que mostraron a Lula por delante de Bolsonaro deben haber desanimado a un gran número de personas a votar. El sentimiento era de una batalla que ya se ganó. Pero las encuestas no ganan elecciones; votos, ganan. Y si la persona se abstiene de votar porque las encuestas son favorables, ¿qué valen las encuestas? Seamos maduros: si las encuestas muestran a nuestro candidato detrás, debemos votar, porque el otro lado puede abstenerse; si las encuestas muestran a nuestro candidato por delante, debemos votar, porque las encuestas por sí solas no ganan nada. Arthur Schopenhauer escribe que es precisamente en batallas fáciles que uno no debe tener piedad, porque, con misericordia, se crea la posibilidad de derrota. En resumen: no se debe usar encuestas de votación como árbitro para nada. Además de este pequeño estallido, mañana viene el resultado de la evaluación de proyectos de investigación. La competencia es baja: trece personas por doce plazas libres en el curso de maestría. Solo necesito no ser lo peor. Si se aprueba mi proyecto de investigación, el examen escrito será en el día veintidós de este mes. He estudiado todo el material y estoy seguro, aunque no menos cauteloso. Además del material de la examen, he estudiado el Libro del Alma, de Avicena.

Ideally, we should not believe in voting polls. I wrote here before about the fact that voting polls that showed Lula ahead of Bolsonaro must have discouraged large numbers of people to vote. The feeling was of a battle that was already won. But polls do not win elections; votes, do. And if the person abstains from voting because the polls are favorable, what are the polls worth? Let us be mature: if polls show our candidate behind, we must vote, for the other side may abstain; if polls shows our candidate ahead, we should vote, because polls alone do not earn anything. Arthur Schopenhauer writes that it is precisely in easy battles that one should not have mercy, because, with mercy, the possibility of defeat is created! In short: one should not use voting polls as a referee for anything. Apart from this small outburst, tomorrow comes the result of the evaluation of research projects. The competition is low: thirteen people for twelve vacancies in the master’s course. I just need not be the worst. If my research project is approved, the written test will be on the twenty-two of this month. I’ve studied all the material and I am confident, though no less cautious. Apart from the material of the test, I have studied the Book of the Soul, by Avicena.

Idealmente, não deveríamos acreditar em pesquisas de intenção de voto. Eu escrevi aqui antes que o fato de as pesquisas de intenção de voto mostrarem Lula na frente deve ter desestimulado grande número de pessoas a votar. A sensação era de batalha vencida. Mas pesquisas não ganham eleições; votos, sim. E, se a pessoa se abstém de votar porque as pesquisas são favoráveis, de que valem as pesquisas? Sejamos maduros: se as pesquisas mostram nosso candidato atrás, devemos votar, pois o outro lado pode vir a se abster; se as pesquisam mostram nosso candidato na frente, devemos votar, pois pesquisa sozinha não ganha nada. Arthur Schopenhauer escreve que é justamente na batalha ganha que não se deve ter piedade, pois, ao fraquejar, se cria a possibilidade de derrota! Em suma: não se deve usar as pesquisas de intenção de voto como árbitro de quem vence ou perde uma eleição. Fora este pequeno desabafo, amanhã sai o resultado da avaliação dos projetos de pesquisa. A concorrência é baixa: treze pessoas para doze vagas no curso de mestrado. Eu só preciso não ser o pior. Se meu projeto de pesquisa for aprovado, a prova escrita será no dia vinte e dois deste mês. Já estudei todo o material e estou confiante, embora nem por isso menos cauteloso. Fora o material da prova, tenho estudado o Livro da Alma, do Avicena.

O que aconteceu com as pesquisas.

Brasil tiene el hábito de hacer encuestas de votación para informar a la población sobre quién tiene la mayor posibilidad de victoria en una elección. Las encuestas mostraron que Lula estaba por delante de Bolsonaro, con el 51% de los votos válidos y una posibilidad de victoria en la primera ronda. Lo que sucedió, de hecho, fue que la primera ronda terminó con Lula teniendo que competir en la segunda ronda después de tener un margen de solo 5% por encima de Bolsonaro. Tengo una teoría sobre lo que sucedió y es un problema que he estado notando por un tiempo. La teoría es la siguiente: las encuestas desanimaron la base de votantes de Lula porque les dieron una sensación de que “la batalla ya se ganó”. Veinte millones de personas no votaron en la primera ronda y se estima que dos tercios de estas personas eran votantes potenciales que querían Lula en el poder. “¡Yo ya sé que Lula ganará! ¿Por qué voy a salir de mi casa el domingo para votar?” El resultado fue evidente: Lula ganó por poco la primera ronda. Escuché de un amigo estadounidense que fue este mismo fenómeno lo que llevó a Trump a la victoria sobre Clinton, a pesar de lo que dijeron las encuestas. Bolsonaro, Trump y todos los chicos de Steve Bannon tienen una cualidad que admiro mucho: pueden movilizar a sus seguidores muy fácilmente. Alguien escribió que los seguidores de Bolsonaro “ponen al mundo entero en las calles con un solo tweet”, mientras que la izquierda en general debe llamar a la Unión Nacional de los Estudiantes, la Unión Brasileña de Estudiantes de Secundaria, la Central Unificada de los Trabajadores y otras asociaciones… Todo el processo puede tomar semanas. La forma de la izquierda de movilizar a su propia multitud es demasiado burocrática. Pero un seguidor de Bolsonaro siempre vota, nunca se abstiene, porque está comprometido. Toda la izquierda necesita aprender esto de Bolsonaro.

Brazil has the habit of doing voting polls to inform the population about who has the most chances of victory in an election. The polls showed that Lula was ahead of Bolsonaro, with 51% of the valid votes and a chance of victory in the first round. What happened, in fact, was that the first round ended with Lula having to compete in the second round after having a margin of only 5% above Bolsonaro. I have a theory about what happened and it’s a problem I’ve been noticing for a while. The theory is as follows: the polls discouraged Lula’s voter base because they gave said base a feeling that the battle was already won. Twenty millions of people did not vote in the first round and it is estimated that a two thirds of these people were potential voters who wanted Lula in power. “He will win! Why am I going to leave my house on Sunday to vote?” The result was evident: Lula narrowly won the first round. I heard from an American friend that it was this same phenomenon that led Trump to victory over Clinton, despite what the polls said. Bolsonaro, Trump and all the Steve Bannon guys have a quality that I admire a lot: they are able to mobilize their followers very easily. Someone wrote that the Bolsonaro crowd “puts the whole world on the streets with a single tweet”, while the left in general must call the National Student Union, the Brazilian Union of Secondary Students, the Unified Workers’ Center, other assorted unions and this can take weeks. The left’s way to mobilize it’s own crowd is too bureaucratic. But a follower of Bolsonaro always votes, never abstains, because he is engaged. The whole left needs to learn this from Bolsonaro.

O Brasil tem o costume de fazer pesquisas de intenção de voto pra informar a população sobre quem tem mais chances de vitória. As pesquisas mostravam que Lula estava a frente de Bolsonaro, com 51% dos votos válidos e chance de vitória em primeiro turno. O que aconteceu, na verdade, foi que o primeiro turno terminou com Lula tendo que disputar o segundo turno, após ter uma margem de apenas 5% acima de Bolsonaro. Eu tenho uma teoria sobre o que foi que aconteceu e é um problema que eu já venho observando faz um tempo. A teoria é a seguinte: as pesquisas desestimularam os eleitores do Lula a votar, porque lhes deram uma sensação de que a eleição estava ganha. Vinte milhões de pessoas não foram votar no primeiro turno e estima-se que uns dois terços desse pessoal eram possíveis eleitores do Lula. “Ele já vai ganhar! Por que vou sair de casa pra votar?”. O resultado foi patente: por pouco o Lula não perdeu o primeiro turno. Ouvi dizer de um amigo norte-americano que foi este mesmo fenômeno que propiciou a vitória de Trump sobre Clinton, a despeito do que diziam as pesquisas. O Bolsonaro, o Trump e toda essa galera do Steve Bannon tem uma qualidade que eu admiro muito: eles são capazes de mobilizar suas bases muito facilmente. Alguém escreveu que a galera do Bolsonaro “com um tuíte põe todo o mundo na rua”, enquanto que a esquerda em geral precisa chamar a União Nacional dos Estudantes, a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas, a Central Única dos Trabalhadores, os sindicatos e tudo isso pode levar semanas. A mobilização de base da esquerda é muito burocrática. Mas o bolsonarista sempre vota, nunca se abstém, porque é engajado. A esquerda toda precisa aprender isso com o Bolsonaro.

Mestrado.

He decidido buscar el título de Maestro en Filosofía. Sí, todavía soy un graduado. Lo siento si tenías grandes esperanzas acerca de mí. No puedo culparte, ya que solía escribir un montón de cosas pretenciosas … pero ahora, es hora de ir un poco más lejos. El curso en lo cual quiero ingresar tiene algunas clases divertidas, como dialéctica y retórica. ¿Quién sabe? ¡Quizás de esta manera puedo escribir algo interesante! Aparte de eso, he estado tratando de advertir a Buzz que la herramienta de conversión de SID a OGG en su sítio, Exotica, no está funcionando como debería, pero tal vez estoy siendo una plaga acerca de esto. Es el segundo correo electrónico que envié e Buzz intentó arreglar la herramienta una vez, pero aún no funciona. Voy parar de molestarlo acerca de esto… Por cierto, Exotica aún es una excelente manera de obtener música de juegos y demos. Aparte de eso, también estoy escribiendo un pequeño manual de lógica filosófica, para publicar aquí en algún momento. Puede ser útil para alguien, tal vez. Por ejemplo, algunos amigos míos dijeron que fueron muy mal en el último examen de admisión de servicio público municipal que tomaron, lo cual contenía preguntas de lógica. Les dije: “Mira, hay buenos libros de filosofía que enseñan lógica”. Pero fui ignorado. De acuerdo, me acostumbré a esto… También estoy tratando de componer música para el juego de un amigo, pero esta vez, de forma gratuita, ya que legalmente no puedo obtener dinero en actividad privada (es una historia larga, por favor, no preguntes). Finalmente, estoy esperando la nueva versión de Ubuntu y esperando que venga con una versión corregida de myPaint; la versión actual no detecta correctamente dónde comienzan mis líneas, cada vez que estoy usando la herramienta de línea recta y curva en mi tabla de digitalización.

I decided to go after the title of master in philosophy. Yes, I’m still just a graduate. Sorry if you had high hopes about little old me. Can’t blame you, since I used to write a ton of pretentious stuff… But now, it’s time to go a little further. The masters course has some fun classes, such as dialectic and rhetoric. Who knows? Perhaps this way I can write something interesting! Other than that, I have been trying to warn Buzz that Exotica’s conversion tool from SID to OGG in is not working as it should, but maybe I’m being a pest about this. It’s the second e-mail I sent and he tried to fix it once, but it is not working, still. I should leave this issue alone; guy has done a lot already and I can listen to SID music using an emulator anyway. By the way, Exotica is a great way to get music music. Other than that, I am also writing a small manual of philosophical logic, to post here at some point. It can be useful for someone, perhaps. For example, some friends of mine said they got beaten hard by logical reasoning test in the last municipal public service admission exam they took. I told them: “Look, there are good philosophy textbooks that teach logic.” But I was ignored. Okay, I got used to it … I’m also trying to compose music for a friend’s game, but this time, for free, since I’m legally unable to derive monetary gain from private activity (it is a long story, please, don’t ask). Finally, waiting for the new version of Ubuntu and hoping it comes with a corrected version of MyPaint; the current version is not correctly detecting where my lines start, whenever I am using the straight line and curve tool on my digitizing table.

Resolvi ir atrás do título de mestre em filosofia. Sim, eu sou apenas graduado. Já está na hora de procurar ir um pouco mais pra cima. Tem algumas disciplinas legais no mestrado, como a de dialética e retórica. Quem sabe? Talvez assim eu possa escrever algo interessante. Fora isso, venho tentando avisar ao Buzz que a conversão de SID pra OGG no Exotica não está funcionando como deveria. A propósito, o Exotica uma boa forma de conseguir música de jogos e demos. Fora isso, também estou escrevendo um pequeno manual de lógica filosófica, inclusive pra postar aqui. Pode ser útil pra alguém. Por exemplo: alguns amigos meus falaram que apanharam da prova de raciocínio lógico no último concurso público municipal que teve. Eu disse a eles: “olha, tem bons livros didáticos de filosofia que ensinam lógica”. Mas eu fui ignorado. Tudo bem, já me acostumei… Também estou tentando voltar a compor música pro jogo de um amigo, mas, desta vez, de graça, uma vez que estou legalmente incapaz de derivar ganho monetário de atividade privada. Por último, esperando pela nova versão do Ubuntu e torcendo pra que venha com uma versão corrigida do Mypaint; a versão atual não está detectando corretamente onde minhas linhas começam, sempre que eu estou usando a ferramenta de linha reta e curva na minha mesa digitalizadora.

Quase no mestrado?

La exámen de admisión escrita para el curso de maestro fue muy fácil. Fui el primero en terminar (lo que hizo que mi conciencia pesara) y ahora hay doce plazas libres para solo doce competidores. Mientras no haya obtenido una calificación inferior a siete y siempre que me vaya bien en la próxima fase, la entrevista del proyecto, ingresaré al curso de maestro sin problemas. Sin embargo, la comodidad de participar en las clases depende de en cuántos lugares trabajo. En este momento, trabajo en dos lugares, lo que dificultaría atender a las clases en el curso. Todo parece estar cayendo en su lugar para que yo obtenga un título de doctor antes de los cuarenta años. Pero, ¿qué haré con ese título? ¡Este es un secreto muy mal guardado! Aparte de eso, ya he estado recolectando material para escribir mi disertación, aunque ni siquiera he entrado en el curso. Eso no puede ser malo, ¿o puede? Después de todo, tarde o temprano, tendré que escribir la disertación. Entonces, tener material ahora no es un problema. También he volvido a compor música, y también volvi a publicar dibujos en Inkbunny, entre otras cosas. Aparentemente, todo va bien, aparte de la tensión debido a las elecciones. Una cosa que dejé de hacer fue escribir ficción. Escribir cosas que no son académicas me ha aburrido mucho ultimamente… Algún día, también volveré a escribir ficción. Buenos tiempos. Otra cosa que recientemente me ha puesto ansioso es que la nueva versión de Ubuntu ya se ha lanzado, pero la actualización aún no me parece. Me estoy impacientando …

The written admission test for the master course was very easy. I was the first to finish (which made my conscience heavy) and now there are twelve vacancies for just twelve competitors. As long as I have not gotten a grade lower than seven and as long as I do well in the next phase, the project interview, I will enter the master’s degree course without major problems. The comfort of participating in classes depends, however, on how many places I work in. At the moment, I work in two places, which would make it difficult to attend to the classes in the course. Everything seems to be falling into place for me to get a Ph. D. before the age of forty. But what will I do with that degree? This is a very poorly kept secret! Other than that, I already have been collecting material to write my dissertation, although I have not even entered the master’s degree course. That can not be bad, can it? After all, sooner or later, I will have to write it. So having material now is not a problem. I also am back at music composition, and back at publishing furry porn on Inkbunny, among other things. Everything apparently goes well, apart from tension because of the elections. One thing I stopped doing was writing fiction. I have come to find boring to write things that are not academic … Someday, I’ll write smut again too. Good times. Another thing that has recently made me anxious is that the new version of Ubuntu has already been released, but the update does not appear for me yet. I’m getting impatient …

A prova teórica do mestrado foi bem fácil. Fui o primeiro a terminar (o que fez a minha consciência pesar bastante) e agora são doze vagas para apenas doze concorrentes. Desde que eu não tenha tirado menos que sete e desde que eu não tire menos que sete na próxima fase, a sabatina do projeto, eu entrarei no mestrado sem maiores problemas. O conforto de participar das aulas depende, porém, de eu conseguir trabalhar num lugar só. No momento, trabalho em dois lugares, o que tornaria difícil atender às aulas. Tudo se encaminha pra eu ser doutor antes dos quarenta anos. Mas o que eu farei com esse doutorado? Isso é um segredo muito mal guardado! Fora isso, já venho coletando material pra escrever minha dissertação, apesar de nem ter entrado ainda no tal do mestrado. Que mal pode haver? Afinal, cedo ou tarde, eu vou entrar. Então ter material logo não é um problema. Também voltei a compor música, voltei a publicar sacanagem no Inkbunny, entre outras coisas. Tudo, aparentemente, vai bem, fora a tensão por causa das eleições. Uma coisa que parei de fazer foi escrever ficção. Eu tenho sentido tédio de escrever coisas que não sejam acadêmicas… Algum dia, eu voltarei a escrever sacanagem também. Bons tempos. Outra coisa que tem me deixado ansioso recentemente é que a nova versão do Ubuntu já foi lançada, mas a atualização não aparece pra mim ainda. Eu estou ficando impaciente…

Inkbunny.

Le sugerí a un amigo que abriera una cuenta en Inkbunny (sitio de arte “furry”) y él me preguntó por qué alguien que no es un artista tendría una cuenta allí. No tienes que ser un artista para tener una cuenta de Inkbunny; solo necesita que tengas al menos dieciocho años. Hay muchas cosas hermosas allí, aunque demasiadas cosas que no le gustaría a mucha gente. Por esta razón, Inkbunny tiene una herramienta para bloquear las palabras clave, para que ninguna persona sea obligada a ver algo de lo que no está de acuerdo o que no le guste. Si un usuario simplemente no pone las palabras clave como debería, puedes usar la herramienta de sugerencia de palabras clave. Si el usuario ha deshabilitado sugerencias, aún puede bloquear su galería. Utilizo este sistema para que el sitio solo me muestre lo que quiero ver. Si quiero ver algo que no me gusta, ya tengo las noticias para ello. Hay tantas cosas tiernas en Inkbunny que realmente me siento como en casa allí. Aparte de eso, todavía estoy estudiando desesperadamente el examen de admisión y esperando que se acepte mi proyecto de investigación. Esperemos que Bolsonaro no sea elegido, porque me temo que esto pueda tener un impacto en mi profesión.

I suggested to a friend to open an account at Inkbunny (a “furry” art site, about anthropomorphic animals and such) and he asked me why someone who is not an artist would have an account there. You don’t have to be an artist to have an Inkbunny account. You just need to be aged at least eighteen years and adhere to the rules of the site, which are… pretty lax, to say the least. There’s a lot of beautiful things there, although also a few things that a lot of people would find horrible. For this reason, Inkbunny has a tool to block keywords, so that you don’t have to see anything you disagree or do not like (such is the case of Fur Affinity, a furry site without such feature). If an user simply doesn’t put keywords as he should, you can use the keyword suggestion tool. If the user has disabled suggestions, you can still block his gallery. I use this system so that the site only shows me what I want to see. If I want to see something I don’t like, I already have the news for it. There’s so much cuddly stuff, I really feel at home there. Other than that, I am still desperately studying the Master’s Admission Exam and hoping my research project is accepted. Hopefully Bolsonaro is not elected, because I fear the impact of his election1 on my profession.

Eu sugeri a um amigo que abrisse uma conta no Inkbunny (sítio de arte furry) e ele me perguntou por que alguém que não é um artista teria uma conta lá. Você não precisa ser um artista pra ter uma conta no Inkbunny; basta ter, pelo menos, dezoito anos e aderir às regras do sítio. Tem muita coisa linda lá, se bem que também muitas coisas que muita gente acharia horrível. Por esta razão, Inkbunny tem uma ferramenta pra bloquear palavras-chave, de forma que você não é obrigado a ver nada com que você discorde ou de que não goste. Caso a pessoa simplesmente não ponha palavras-chave como deveria, você pode usar a ferramenta de sugestão de palavras-chave. Caso o usuário tenha desabilitado sugestões, você ainda pode bloquear a galeria dele. Eu uso esse sistema pra que o site só me mostre o que eu quero ver. Se eu quiser ver algo que eu não gosto, já tenho as notícias pra isso. Tem tanta coisa fofinha, me sinto realmente em casa lá. Fora isso, ainda estou desesperadamente estudando pro exame de admissão do mestrado e torcendo pra que meu projeto de pesquisa seja aceito. Tomara que o Bolsonaro não seja eleito, porque temo que isso tenha um impacto na minha profissão.

Eleição.

Yo estaba leyendo algunas noticias sobre las elecciones brasileñas. Antes de las nueve de la mañana, más de 100 personas habían sido arrestadas. Día muy ocupado, de hecho. Cuando fui a votar, en mi sección había mucha gente vestida de rojo (color de Lula) y algunas de amarillo (color de Bolsonaro). Era como una gota de orina en un charco de sangre. Los que eran totalmente pro-Bolsonaro estaban vestidos de negro. ¡Amenazador! Creo que Lula ganará en la primera ronda, pero tal vez estoy teniendo esperanzas demasiado … ¿Quién sabe, verdad? Sería realmente genial si él ganara … Solo voto por el Partido de los Trabajadores porque siento que estoy endeudado con ellos: fue en la administración de Lula que la filosofía se convirtió en una disciplina obligatoria en la escuela secundaria y, gracias a eso, yo descubrí mi pasión en la vida. La única forma en que el Partido de los Trabajadores pierde mi voto es si le quitan la filosofía de la escuela secundaria (Dilma dijo que quería quitar filosofía y sociología de la escuela secundaria, pero ella no lo hizo). Me pondría frustrado, sinceramente. Nunca volvería a votar por ellos, si eso sucediera. Obviamente, esto no es lo único bueno que ha hecho el PT (“Partido dos trabalhadores”), pero es el determinante lo que me hace votar por ellos. Esto se debe a que hay otros partidos de izquierda en Brasil que harían lo que el PT hizo y hace. Aparte de eso, comenzaré a estudiar para la prueba de admisión del curso de maestro hoy. Descargué la banda sonora de Utopia para tener algo para escuchar en mis momentos de aburrimiento. Finalmente, creo que el equipo de MyPaint debería empacar su software como un paquete Snap para asegurar actualizaciones más frecuentes … También estoy usando Calibre para descargar noticias, ahora que mi colección de libros de filosofía está “completa”.

I was reading some news about the Brazilian elections. Before nine o’clock in the morning, over 100 people had been arrested. Very busy day, indeed, with people trying to put obstacles to voters and things alike. When I went to vote, in my section there were a lot of people dressed in red (Lula’s color) and some in yellow (Bolsonaro’s color). It was like a droplet of piss in a blood puddle. The ones who were sickly pro-Bolsonaro were dressed in black. Menacing! I think Lula will win in the first round, but maybe I’m being too hopeful … Who knows, right? It would be really cool if he won … I only vote for the Workers Party because I feel like I’m in debt with them: it was in the Lula administration that philosophy became a compulsory discipline in high school and, thanks to that, I discovered my passion in life. The only way for the workers’ party to lose my vote is if they take philosophy away from high school (Dilma said she wanted to do that with philosophy and sociology, but she didn’t go through with that). I would be frustrated, honestly. I would never vote for them again, were that to happen. Obviously, this is not the only good thing the PT (“Partido dos Trabalhadores”) has done, but it is the determinant that makes me vote for them. This is because there are other leftist parties in Brazil that would do what the PT did and does. Other than that, I’ll start studying for the master course admission test today. I downloaded the soundtrack of Utopia to have something to listen in my moments of boredom. Finally, I think that the MyPaint team should pack their software as a snap package, no matter how much I don’t like this format, in order to ensure more frequent updates … I’m also using Calibre to download news, now that my collection of philosophy books is “complete” (I actually just got the books I found, rather than getting all of them; such endeavor would be expensive).

]Eu estava lendo algumas notícias sobre as eleições. Antes das nove horas da manhã, já mais de cem pessoas haviam sido presas. Dia bem movimentado. Quando eu fui votar, na minha seção havia muita gente de vermelho e algumas de amarelo. Era como uma gota de mijo numa poça de sangue. Penso que Lula ganhará em primeiro turno, mas talvez eu esteja sendo esperançoso demais… Quem sabe, né? Seria muito legal se ele ganhasse… Eu só voto no Partido dos Trabalhadores porque me sinto em dívida: foi no governo Lula que a filosofia se tornou disciplina obrigatória no ensino médio e só assim eu descobri minha paixão na vida. O único jeito de o Partido dos Trabalhadores perder meu voto é se eles tirarem a filosofia do ensino médio. Eu ficaria frustrado, sinceramente. Nunca votaria neles novamente. Obviamente, essa não é a única coisa boa que o PT fez, mas é o determinante que me faz votar neles. Isso porque há outros partidos de esquerda no Brasil que fariam o que o PT fez e faz. Fora isso, hoje começam meus estudos pra prova escrita do mestrado. Baixei a trilha sonora do Utopia para embalar meus momentos de tédio. Por último, me ocorre que a equipe do Mypaint deveria empacotar esse software como um snap, por mais que eu não goste desse formato, a fim de assegurar atualizações mais frequentes… Também estou usando o Calibre pra buscar notícias, agora que minha coleção de livros de filosofia está “completa” (apenas consegui os livros que eu encontrei).

Para homens também.

Big ThinkIs artificial-womb technology a tool for women’s liberation?Jan 7, 2020

Google News – Search

Un tema que he estado observando de cerca es el útero artificial. Desde hace algunos años, una mujer puede reproducirse sin un hombre, utilizando células madre, que pueden transformarse en cualquier tipo de célula con el estímulo adecuado y el entorno adecuado. El hombre podría reproducirse sin la mujer por la misma técnica, si no fuera por un obstáculo físico: el hombre no tiene matriz en la que pueda gestar el feto. De ahí la necesidad del útero artificial, cuyo desarrollo avanza a pequeños pasos. Recuerdo haber leído un artículo escrito por una feminista, según el cual permitir la reproducción entre mujeres sin participación masculina es algo bueno, pero permitir la reproducción entre hombres sin participación femenina sería un exceso. No es de extrañar que una feminista piense así, ya que el feminismo no está comprometido con la igualdad entre los sexos. Sin embargo, el útero artificial podría ser utilizado como una herramienta de liberación femenina y masculina al mismo tiempo: los hombres tendrían una opción reproductiva más y la mujer ya no necesitaría llevar al bebé durante nueve meses en su cuerpo, con todos los inconvenientes que tal cosa conlleva. Esto tal vez reduciría la necesidad de abortar en caso de violación: el feto es transferido al útero artificial y el niño es dado en adopción al final del embarazo, como permite nuestra ley, si la madre no tiene los medios para criar al niño.

One topic I’ve been watching closely is the artificial womb. For some years now, a woman has been able to reproduce without a man, using stem cells, which can transform into any type of cell given the right stimulus and the right environment. The man could reproduce without the woman by the same technique, were it not for a physical obstacle: the man does not have a womb in which he could gestate the fetus. Hence the need for the artificial uterus, the development of which progresses in small steps. I remember reading an article written by a feminist, according to which allowing reproduction between women without male participation is a good thing, but that allowing reproduction between men without female participation would be an excess. No wonder a feminist thinks this way, as feminism is not committed to equality between the sexes. However, the artificial uterus could be used as a tool for female and male liberation at the same time: men would have one more reproductive option and the woman would no longer need to carry the baby for nine months in her body, with all the inconveniences that such thing entails. This would perhaps reduce the need for an abortion in the case of rape: the fetus is transferred to the artificial uterus and the little boy is put up for adoption at the end of the pregnancy, as our law allows, if the mother does not have the means to raise the child.

Um tema que eu tenho assistido de perto é o útero artificial. Já faz alguns anos que a mulher pode se reproduzir sem o homem, utilizando células-tronco, as quais podem se transformar em qualquer tipo de célula dado o estímulo correto e o ambiente propício. O homem poderia se reproduzir sem a mulher pela mesma técnica, não fosse um entrave físico: o homem não tem útero no qual gestar o feto. Daí a necessidade do útero artificial, cujo desenvolvimento avança a passos curtos. Eu lembro de ter lido um artigo escrito por uma feminista, segundo o qual permitir a reprodução entre mulheres sem participação masculina é uma coisa boa, mas que permitir a reprodução entre homens sem a participação feminina seria um excesso. Não me admira uma feminista pensar assim, já que o feminismo não está comprometido com igualdade entre os sexos. Não obstante, o útero artificial poderia ser usado como ferramenta de liberação feminina e masculina, ao mesmo tempo: os homens teriam uma opção reprodutiva a mais e a mulher não precisaria mais carregar o bebê por nove meses em seu corpo, com todos os inconvenientes que daí decorrem. Isso talvez reduzisse a necessidade de aborto em caso de estupro: transfere-se o feto para o útero artificial e se põe o gurizinho pra adoção ao fim da gestação, como a nossa lei permite fazer, caso a mãe não tenha meios de criar o filho.

Ela deveria pedir desculpas.

No mérito, todos do PT e nos partidos aliados concordam com Gleisi Hoffmann. A discordância é quanto à oportunidade da afirmação. Neste momento de transição, os aliados de Lula defendem que haja o mínimo de arestas possível.

Até petistas consideram inadequado ataque de Gleisi a Edir Macedo – 04/11/2022 – UOL Notícias

Ayer, la presidenta del Partido de los Trabajadores, Gleisi Hoffmann, rechazó el “perdón” que Edir Macedo, líder de la Iglesia Universal, ofreció a Lula e incluso atacó a Edir para garantizar la pérdida de votos republicanos en la aprobación de la propuesta de enmienda a la constitución que el partido de Gleisi quiere aprobar. Edir extendió su mano al Partido de los Trabajadores, a su manera, de una manera que expresó su apoyo a Lula sin perder el apoyo de los religiosos de su iglesia, todavía en gran parte aliados de Bolsonaro, diciendo que Lula debe ser “perdonado” porque Lula fue aprobado por Dios para el governo. Edir incluso pidió oraciones por Lula. ¿Quién no querría que la Iglesia Universal rezara por Lula? Gleisi, aparentemente. El Partido de los Trabajadores trata de aprobar una propuesta transitoria de modificación de la constitución, para garantizar, en 2023, un aumento real del salario mínimo y el mantenimiento de la ayuda brasileña a los más pobres (seiscientos reales). Para aprobar tal acuerdo, el partido de Gleisi y Lula necesita los votos de más de la mitad del Congreso. ¡Pero Gleisi obviamente no quiere eso, diciendo que Edir Macedo, que es un gran jugador político, es quien debe pedir perdón a Dios! Gleisi, por el amor de Dios, te estás metiendo en el camino de la aprobación de la propuesta… ¿Puedes callarte hasta enero?

Yesterday, the president of the Workers’ Party, Gleisi Hoffmann, refused the “forgiveness” that Edir Macedo, leader of the Universal Church, offered to Lula and she even attacked Edir just to guarantee the loss of Republican votes in the approval of the proposed amendment to the constitution that her party wants to approve. Edir extended his hand to the Workers’ Party, in his own way, in a way that expressed support for Lula without losing the support of the religious people of his church, still largely allied to Bolsonaro, saying that Lula must be “forgiven”, because he was chosen by God. The guy even asked for prayers for Lula. Who wouldn’t want the Universal Church praying for Lula? Well, Gleisi, apparently. The Workers’ Party is trying to approve a transitional proposal to amend the constitution, to ensure, in 2023, a real increase in the minimum wage and the maintenance of the Brazilian aid of six hundred reais. To approve such a deal, they need the votes of more than half of Congress. But Gleisi obviously doesn’t want that, saying that Edir Macedo, who is a big political player, is the one who should ask God’s forgiveness! Gleisi, for heaven’s sake, you’re getting in the way… Can you shut up until January? That can’t be difficult.

Ontem, a presidente do Partido dos Trabalhadores recusou o “perdão” que Edir Macedo, líder da Igreja Universal, ofereceu a Lula e ainda o atacou só pra garantir a perda de votos do Republicanos na aprovação da proposta de emenda à constituição que o partido dela quer aprovar. O Edir estendeu a mão ao Partido dos Trabalhadores, à maneira dele, de um jeito que manifestasse apoio ao Lula sem perder o apoio dos religiosos de sua igreja, em grande parte, ainda bolsonarista, dizendo que o Lula deve ser “perdoado”, porque ele foi escolhido por Deus. O cara ainda pediu orações pra o Lula. Quem não iria querer a Igreja Universal orando pelo Lula? A Gleisi, aparentemente. O Partido dos Trabalhadores está tentando aprovar uma proposta de emenda à consitituição de transição, para assegurar, em 2023, um aumento real do salário mínimo e a manutenção do auxílio Brasil de seiscentos reais. Pra aprovar um negócio desses, eles precisam dos votos de mais da metade do congresso. Mas a Gleisi, obviamente, não quer isso, dizendo que o Edir Macedo, o qual é um ator político, é quem deve pedir perdão a Deus! Gleisi, você tá atrapalhando!

%d blogueiros gostam disto: