Analecto

6 de maio de 2015

Que coisa, não?

Filed under: Computadores e Internet, Passatempos — Tags:, , , — Yurinho @ 14:45

Yure Iring – Google+.

Esta entrada é mais um teste para ver se minhas definições do Google Plus estão corretas. Já faz um mês que adquiri um Facebook, um Google Plus, um Twitter e um Linkedin. Eu não estou usando esses sites para me socializar, contudo. É que o WordPress dispõe de uma ferramenta chamada publicize que permite que meu conteúdo escrito neste diário seja submetido em até seis outros sites (os quatro que já citei, Tumblr e Pocket). Então, estou usando essas ferramentas apenas com o intuito de tornar o meu diário mais conhecido.

A ideia veio porque eu percebi que uma parcela considerável do meu tráfego vem do Facebook, quanta ironia! As pessoas que chegam ao meu diário e gostam compartilham o conteúdo no Facebook, de forma que eu recebo tráfego vindo de lá. Isso mostra que o Facebook é uma boa arena onde divulgar as coisas que eu escrevo, porque tem gente lá que gosta do que eu penso, apesar de eu não ter conta lá até um dia desses. Agora que eu tenho, tudo aquilo que eu escrevo aqui é posto lá, mas apenas os cabeçalhos. Assim, quem sabe, eu não tenho mais alguns acessos?

Só que isso não é feito por uma questão de fama, mas porque eu preciso de alguém com quem discutir. Se eu ficar apenas tirando minhas próprias conclusões sobre as coisas da vida, sou um filósofo pela metade, porque eu ainda preciso chocar minhas conclusões com as conclusões de outras pessoas. Além do mais, é sempre bom conversar com pessoas diversas. Então, esse é mais um esforço de obter comentários relevantes.

16 de março de 2014

Não tenho telefone celular.

Eliminei minhas contas no Windows Live e no Google. Só me arrependo de não ter feito cópias das coisas que eu tinha no Google Drive, mas isso faz parte da vida. A principal razão de eu ter fechado minha conta no Windows Live foi o Skype: algumas mensagens simplesmente não chegavam porque iam para o Windows Live Messenger, tal como mensagens enviadas lá não chegavam ao Skype. Em resumo, era confuso. Criei outra conta, pura, no Skype. Já quanto ao Google, eliminei minha conta lá porque eu tenho problemas quanto às políticas de privacidade do Google e com a possibilidade dos dados lá armazenados um dia voltarem-se contra mim.

Mas que serviço estou agora a usar para correio eletrônico? O serviço que usei lá no início, na época do Neopets: o BOL, da Universo Online. Por quê? Porque o BOL não requer seu maldito número de telefone celular. O Google assume que todos possuem um desses. Não é muito estranho que o Google requeira um número de celular para muitas coisas? Isso me faz me sentir vigiado… e esta é uma das razões pelas quais eu não tenho telefone celular. Além do mais, ter um telefone celular é como ter um filho: você talvez não tenha de alimentá-lo, não tenha de trocar suas fraldas, mas você tem que carregá-lo e pagar por créditos de operadoras que roubam você usando uma variedade de artifícios protocolares, principalmente se você tem um SIM da Oi. Se você tem um cartão SIM da Oi, meus pêsames.

O BOL, contudo, requer um código postal brasileiro e isso é meio chato, amantes de anonimato. Mas, se você é cara de pau mesmo, vai acabar puxando um da cartola, então que diferença faz? Talvez você use o BOL sem nem sequer ser brasileiro.

%d blogueiros gostam disto: