Analecto

6 de janeiro de 2013

Blog controverso, mas, válido ou não…

C O N T R A F E M I N I S M O. Ódio aos homens: quando ”homens” sentem vergonha de serem do próprio gênero..

Li todinho. Li outras partes do diário também e fiquei meio pensativo sobre a índole do “masculinismo”. Quero dizer, de fato, o fanatismo genérico feminista deve ser combatido, como qualquer outro fanatismo.

Mas atente para este que compartilhei no sítio acima. Esse texto me fez perceber uma coisa. Se eu me esconder e ganir até a frota terminar de passar por cima de mim, não estarei sendo melhor que o colunista mencionado no texto. Talvez a situação que imagino seja real, mas me conformar com ela não é uma opção. Talvez eu não possa mudar toda a realidade que talvez exista, mas posso mudar as casas adjacentes a medida que me movo no tabuleiro.

Sem metáforas, se eu continuar acanhado e com medo das mulheres, nada estou fazendo para mudar a minha situação. Elas se colocaram a par de nós no passado percebendo que são tão humanas quanto nós. Agora que, pelo menos na realidade ao meu redor, elas estão abusando do que conseguiram e passando por cima de mim, talvez eu possa me pôr a par delas, porque somos todos animais no final.

Iakhot uma vez me disse:

Se você continuar vendo a si próprio como fraco, as pessoas lhe verão como tal e lhe tratarão como tal.

Se eu quiser que elas parem de zombar de mim, não posso parecer um alvo. A medida que a situação melhorar, poderei me considerar verdadeiramente a par delas.

%d blogueiros gostam disto: