Analecto

10 de junho de 2019

O que aprendi lendo “Acentuação”.

Filed under: Passatempos — Tags:, , — Yurinho @ 16:26

“Acentuação” foi escrito por Vânia Duarte. Abaixo, o que aprendi lendo esse texto.

O último acordo ortográfico.

As regras de acentuação mudaram em 2009 com o acordo ortográfico. Elas passaram a valer desde o início de 2009. Para entender a acentuação, é preciso conhecer o conceito de sílaba tônica. A sílaba tônica é aquela que é pronunciada com mais força em uma palavra. As outras sílabas são chamadas de “átonas.”

Uma palavra pode pertencer a um dos três tipos de tonicidade: ela pode ser oxítona (quando a sílaba tônica é a última), paroxítona (quando a sílaba tônica é a penúltima) ou proparoxítona (quando a sílaba tônica é a antepenúltima).

As regras, de fato.

A mais fácil das regras é: todas as proparoxítonas são acentuadas. Palavras como “último”, “ortográfico”, “sílaba” e “tônica” são proparoxítonas, porquanto a sílaba tônica é a antepenúltima. Assim, elas são obrigatoriamente acentuadas.

A segunda regra é: todas as oxítonas terminadas em A, E, O, Em ou Ens, seguidos ou não de S, são acentuadas. Isso também se aplica a monossílabos que terminem dessa forma e nos termos compostos em que uma dada parcela do composto termine como descrito nesta regra.

A terceira regra é: todas as paroxítonas terminadas em I, Is, Us, Um, Uns, L, N, R, X, Ps, Ã, Ãs, Ão, Ãos ou ditongo, seguido ou não se S, são acentuadas. Mas há exceções a essa regra: ditongos abertos Ei e Oi não devem ser acentuados em nenhuma circunstância.

A quarta regra é: em caso de hiato, verifique se a letra anterior ao hiato é uma vogal e, se for, acentue o hiato. Esta regra também tem exceções: os hiatos precedidos por ditongo não são acentuados.

A quinta regra é: não se acentua mais, em nenhuma circunstância, os hiatos Oo e Ee. Assim, as palavras “voo” e “veem” (do verbo “ver”) não recebem mais acento.

A sexta regra é: num hiato com I ou U, não acentue o hiato caso ele seja precedido de vogal idêntica. Neste caso, porém, excetuam-se hiatos tônicos com I ou U que ocorram na antepenúltima sílaba, caso no qual a palavra se torna proparoxítona e, portanto, obrigatoriamente acentuada.

A sétima regra é: numa situação de U tônico presente em radical, não acentue o U caso ele seja precedido por G ou Q e seguido por E ou I.

A oitava regra é: sempre se acentua a terceira pessoa do plural do presente do indicativo dos termos “ter”, “vir” e derivados.

A última regra é: salvo exceções, não existe mais acento diferencial.

10 de janeiro de 2017

Regras de acentuação.

Filed under: Passatempos — Tags:, — Yurinho @ 13:50

O texto abaixo é uma honesta aula filosófica baseada em Acentuação, escrito por Vânia Duarte, com sugestões de como as ideias contidas em tal escrito podem ser usadas para desenvolver o país e ajudar as pessoas a se compreenderem.

Sílaba tônica.

Para compreender como funciona a acentuação na língua portuguesa, é preciso antes compreender o conceito de sílaba tônica. A sílaba tônica é aquela que é pronunciada com mais força em uma palavra. Por exemplo, em “palavra”, a sílaba tônica é o “la”. Se a sílaba tônica for a última, palavra é uma oxítona. Se for a penúltima, é uma paroxítona. Se for a antepenúltima, é uma proparoxítona. Na língua portuguesa, não há sílabas tônicas que não sejam essas três. Nunca haverá uma palavra polissílaba acentuada na primeira sílaba, portanto. Um monossílabo pode ser tônico, também.

Regras de acentuação.

Todas as proparoxítonas recebem acento. Se a antepúltima sílaba de uma palavra for a mais forte, tal sílaba deve ser acentuada com acento agudo (se o som for aberto) ou acento circunflexo (se o som for fechado). Também são acentuadas as oxítonas das palavras terminadas em A, E, O, Em e seus plurais. O mesmo é válido pra monossílabos tônicos que terminem em A, E e O, seguidos de S ou não. Caso a oxítona seja a primeira partícula de uma ênclise, também acentue, se a partícula seguinte for Lo, La, Los ou Las, desde que a oxítona termine em A, E ou O tônicos. Já as paroxítonas devem ser acentuadas se a palavra termina com: I, Is, Us, Uns, Um, L, N, R, X, Ps, Ã, Ãs, Ão, Ãos ou ditongo (seguido ou não de S). Você também deve acentuar um I ou O tônicos que formem hiato com a vogal anterior, desde que não sejam seguidos de Nh. Também se deve acentuar o plural da terceira pessoa do presente indicativo dos verbos ter, vir e compostos.

No entanto, não se deve acentuar um Ei ou Oi aberto (como em “jiboia” ou “ideia”). Também não se acentua o I ou U tônicos que formem hiato se forem estes precedidos de ditongo. Também não se deve acentuar os hiatos Oo e Ee. Um I ou U tônicos num hiato também não devem se acentuados se forem precedidos de vogal idêntica, a menos que tal letra esteja na sílaba tônica de uma proparoxítona. O U tônico precedido de G ou Q e seguido de E ou I em formas verbais derivadas de uma palavra onde tal U não recebe acento também não deve ser acentuado. Por último, salvo raras exceções, não existe mais acento diferencial.

Recomendações.

Complicado, não é? Sim, é. As regras de acentuação são apenas um tipo de regra ortográfica. O último acordo ortográfico, que simplificou bastante a escrita portuguesa, não conseguiu ainda unificar a escrita de todos os países que falam português. E a língua escrita continua difícil e cheia de sutilezas. Talvez o próximo acordo crie regras gerais mais intuitivas, válidas pra todos os faladores de português do mundo. Enquanto isso não acontece, se você não se sente seguro em empregar as regras que você acaba de ler, existe outra forma de ficar bom em ortografia: lendo. Pela leitura, você sabe como se escreve esta ou aquela palavra. Aí, quando você tiver que escrevê-la, basta lembrar de como você a leu. Pra ser bem sincero com você, eu também não domino muito bem as regras como elas são, mas, como eu leio muito e leio diariamente, é muito difícil eu grafar uma palavra de maneira errada.

Por causa disso, enquanto a língua portuguesa não fica mais simples, sua melhor aposta pra aprender a escrever de maneira fácil é pela leitura. Esse método é lento, porém. Se você quiser aprender do jeito rápido, terá que memorizar e praticar as regras descritas acima. Portanto, coragem.

%d blogueiros gostam disto: