Analecto

19 de maio de 2019

O que aprendi lendo “A Didática Como Fator de Qualidade no Processo de Ensino Aprendizagem”.

A Didática Como Fator de Qualidade no Processo de Ensino Aprendizagem” foi escrito por Amanda e Alessandra. Abaixo, o que aprendi lendo esse texto.

  1. Ensino tradicional, o mero repasse de conteúdo, não é didática.

  2. Didática é uma forma de ensinar de determinada forma que facilite ao aluno alcançar um determinado objetivo.

  3. Assim, para que haja didática, isto é, para que haja um método de ensino, é preciso que se descubra por que eu estou ensinando e o que eu quero daquele aluno.

  4. Didática, como prática, é pedagogia aplicada: é o uso da teoria pedagógica na situação prática de ensino.

  5. Já a didática como área do pensamento é o estudo das técnicas de ensinar.

  6. A didática implica intervenção ativa do professor no processo de aprendizagem do aluno

  7. Assim, “aprender sozinho” não implica didática: só há didática se houver um professor, o que exclui do campo da didática como ciência o autodidatismo.

  8. A ideia de que a educação é direito de todos tem origem religiosa, protestante, mais especificamente: o criador da didática moderna, Comênio, era pastor e concluía que a educação é direito de todos porque é um meio de se aproximar de Deus.

  9. A educação deve partir do conhecido, em direção ao desconhecido.

  10. Com a ascensão da burguesia, a demanda pela Didática Magna cresceu.

  11. Isso porque os meios de educação clássicos, baseados na memorização e na separação entre ensino e vida concreta, não atendia às demandas burguesas.

  12. Comênio que a criança se civilizasse, enquanto que Rousseau queria que a criança não fosse corrompida pela civilização.

  13. Permitir professores sem formação naquilo que ensinam é um retrocesso.

  14. Comênio queria um método de ensino no qual os alunos aprendessem mais, sem que o professor ensinasse mais, reduzindo o ruído e o excesso de trabalho em sala de aula, tanto para alunos quanto pra professores.

  15. Ele também esperava com isso reduzir os problemas da cristandade.

  16. Não é possível ensinar sem um objetivo: é pelo objetivo que se pensa na técnica pra atingi-lo.

  17. A ação dos professores deve ser conjunta.

  18. As técnicas de ensino empregadas antes da Didática Magna ainda sobrevivem na forma de “ensino tradicional” (aquele no qual o professor leciona e espera que o aluno memorize e reproduza).

  19. Esse tipo de ensino não favorece o desenvolvimento individual.

  20. O ensino deve partir do que o aluno já sabe.

  21. Uma boa didática observa a aprendizagem casual do aluno, pra usar seus hábitos de aprendizagem espontânea didaticamente.

  22. A didática deve fazer parte de um projeto de desenvolvimento do povo.

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: