Analecto

29 de março de 2016

Anotações sobre o “Discurso do Método”, de Descartes.

Filed under: Livros, Passatempos — Tags:, — Yure @ 17:20

O “Discurso Sobre o Método” foi escrito por Descartes. Abaixo, algumas anotações sobre esse texto.

  1. Não adianta ter um bom cérebro se você não o aplica corretamente.
  2. Melhor ir lentamente no caminho certo, do que rapidamente pelo caminho errado.
  3. Um amigo pode sentir vergonha de criticar você mesmo quando você precisa ser criticado.
  4. O método descrito no livro é pessoal e pode não funcionar com todo o mundo.
  5. Receber o título de “erudito” não te torna erudito.
  6. Todos os livros são valorosos e todas as ciências devem ser estudadas.
  7. Ler e viajar são igualmente importantes.
  8. Passar sua vida inteira em um lugar favorece a tendência etnocentrista.
  9. Mas não vá ler demais e nem viajar demais, ou você vai esquecer de olhar pra onde você vive.
  10. Não leia ficção se você não souber separar ficção e realidade.
  11. Se a poesia é um dom artístico, é natural que nem todo o mundo consiga compor poesia.
  12. A verdade pode convencer sem artifícios retóricos.
  13. Cada um tem afinidade para algum tipo de conhecimento.
  14. Nem todas as coisas que se apresentam como virtude são realmente virtude.
  15. A existência de muitas opiniões pode levar a pessoa ao ceticismo.
  16. Não se pode fazer ciência exata sobre bases fracas.
  17. Se você não é pobre, não precisa perverter seus princípios por dinheiro.
  18. Na escola você aprende o que já existe, mas na vida você deve ser original.
  19. Na infância, estude os livros; na idade adulta, estude o mundo; na velhice, estude a si mesmo.
  20. Invenções feitas por mais de uma pessoa e que são compostas de mais de uma peça são menos perfeitas quanto mais inventores e quanto mais peças têm.
  21. Se houver um só legislador, todas as leis operam para o mesmo fim, que é estabelecido pelo legislador, o que facilita a tarefa de lembrar as leis, pois, conhecendo com que princípio elas foram concebidas, não será necessário lembrar de todas em particular.
  22. Existem pessoas que se acham muito originais e sábias, julgando poder se pronunciar sobre o que não conhecem, e existem pessoas que são muito tímidas pra ser originais, simplesmente repetindo o que já foi dito pelos que têm autoridade.
  23. É mais fácil estar no segundo grupo se você não vê as discordâncias entre os pensadores como algo digno de ser levado em consideração.
  24. O caráter muda dependendo da educação, do lugar em que se está e da fase da vida.
  25. Melhor andar devagar do que levar uma queda.
  26. Não troque o certo pelo duvidoso.
  27. O problema deve ser dividido em tantas partes quanto forem possíveis, de forma que cada um seja resolvida em particular.
  28. Primeiro o mais simples, depois o mais complexo.
  29. O trabalho deve ser revisado quantas vezes for necessário, até se ter certeza de que nada foi omitido.
  30. Uma ciência pode corrigir a outra.
  31. Siga o conselho que as boas pessoas não dizem com palavras, mas com ações.
  32. Depois de decidido o objetivo e o método, ir até o final.
  33. Melhor mudar a si próprio do que o mundo.
  34. A vontade só quer aquilo que achamos que é possível.
  35. Só estamos em pleno controle de nossos pensamentos e de nada mais.
  36. Devemos nos dar ao crescimento de nossa própria razão.
  37. Não há necessidade de se contentar com a opinião dos outros.
  38. Eu posso duvidar de quase tudo, porque eu não posso duvidar de que estou duvidando.
  39. O pensamento nos mostra que nossa alma é pensante e que o pensamento é a essência da existência humana individual.
  40. É lícito tomar por correto aquilo que é concebido claramente e distintamente.
  41. Se admitimos que a escala de graus de perfeição opera de forma invertida, então admitimos que todas as coisas vieram do nada.
  42. As formas perfeitas (triângulo ideal, círculo ideal, quadrado ideal…) não existem na natureza.
  43. Verdades matemáticas tem valor atual.
  44. Se todo o conhecimento que tenho no entendimento passou alguma vez pelos sentidos, como é que eu posso conceber Deus ou a alma, coisas que nunca passaram pelos sentidos da maioria das pessoas?
  45. O conhecimento sensorial de nada serviria se não fosse o entendimento para interpretá-lo.
  46. Alguns sonhos são tão nítidos quanto a realidade.
  47. Alguns processos corporais são análogos aos das máquinas e funcionam automaticamente por sua disposição e energia implícita.
  48. A circulação é causa do calor do corpo.
  49. Se vários objetos tendem ao mesmo lugar, os mais velozes e mais fortes chegam primeiro, afastando os outros, caso não haja espaço o bastante.
  50. A máquina imita operações humanas com mais perfeição que nós, mas só pode fazer um número limitado de funções, em comparação conosco.
  51. Se o animal tem razão bastante para falar, mas não tem órgãos para falar conosco, o que os impede de pelo menos nos entenderem?
  52. O corpo humano e a alma humana estão misturados, embora sejam de natureza diferente.
  53. O que sabemos de medicina é nada comparado ao que falta saber.
  54. Mesmo que você descubra pouco, é bom divulgar o que você sabe.
  55. Não se deve procurar o conhecimento raro sem antes conhecer o incomum.
  56. É dever do ser humano ser útil aos outros.
  57. Devemos crescer aos poucos.
  58. O bom advogado nem sempre vira um bom juiz.
  59. Os seguidores de Aristóteles não se atrevem a superá-lo.
  60. Um fanático adepto de um filósofo que desafia outros ao debate é como um cego desafiando alguém de boa visão a lutar no escuro.
  61. Se você tem pressa em ser chamado de “sábio”, procurará algo que parece verdade, não o que é verdade, porque a verdade é mais difícil de encontrar e demora mais pra ser encontrada.
  62. Se você começa a aprender as coisas mais fáceis e vai ascendendo gradualmente às difíceis, você poderá dizer, com toda a propriedade, que chegou ao seu limite quando se deparar com algo tão difícil que você não possa conhecer.
  63. Se precisar de ajuda, ainda é melhor trabalhar sozinho do que com alguém que é incapaz de ajudar.
  64. Não devo procurar ajuda se eu não mereço ajuda.
  65. Não há necessidade de ficar anônimo, mas muito reconhecimento e fama fazem as pessoas te perturbarem por mais.
  66. Ter reputação é inevitável, então vamos nos esforçar para nossa reputação ser boa.
  67. Deixe que o leitor julgue se seu escrito é bom ou não.
  68. Algumas pessoas podem se apropriar do seu pensamento e construir sobre ele algo completamente errado.
  69. Escreva em seu próprio idioma.
Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: